[LIVROS] Os irmãos Tapper detonam Nova York e Somos Todos Extraordinários: Mensagens positivas para crianças

[LIVROS] Os irmãos Tapper detonam Nova York e Somos Todos Extraordinários: Mensagens positivas para crianças

Compartilhe

Lançados no Brasil pela editora Intrínseca, Os irmãos Tapper detonam Nova York e Somos Todos Extraordinários são livros voltados para o público infantojuvenil, mas que conseguem atingir todas as idades de formas diferentes. O primeiro é mais voltado para o humor e traz uma forma diferente de leitura, com diversos elementos que deixam a história mais dinâmica e realista. O segundo faz parte de um universo já conhecido desde 2013 com o lançamento do livro Extraordinário, que conta a história de uma criança diferente das outras para falar sobre autoaceitação e preconceito. Nessa nova edição, voltada para o público infantil, Somos Todos Extraordinários resgata essas qualidades e ainda se destaca por apresentar ilustrações inéditas feitas pela própria autora. Confira mais sobre cada obra!

 Os Irmãos Tapper Detonam Nova York

Os irmãos Tapper detonam Nova York

Escrita por Geoff Rodkey, a série Os Irmãos Tapper conta a história de Claudia e Reese, irmãos gêmeos de 12 anos. No primeiro livro da série, eles declaram guerra um contra o outro e começam a competir tanto na escola, quanto em casa, já no segundo, Os Irmãos Tapper Detonam Nova York, a competição entre eles continua em uma caça ao tesouro que envolve todos os alunos, pais e professores da sua escola.

Claudia, a narradora da história, foi a criadora e idealizadora da Caça ao tesouro que começou como um evento beneficente para arrecadar dinheiro para instituições de caridade. Entretanto, um prêmio de 4 ingressos na primeira fila do Madson Square Garden faz com que a sua ideia se torne uma super competição. E assim, a sua competitividade e das outras equipes acabam criando uma confusão que vai parar até no jornal da cidade.

A história dessa confusão é contada pela narradora e pelos outros personagens de forma dinâmica, utilizando recursos como fotos, mapas e mensagens de celular para fazer com que o leitor se envolva com ela. Dessa forma, apesar de ser voltado para o público infantil, o livro consegue entreter e criar uma ótima experiência para qualquer leitor. O humor é com certeza o elemento principal da série dos Irmãos Tapper, mas além dele é possível encontrar também mensagens positivas e uma naturalidade que faz parecer com que a história do livro seja de fato real.

Quando Claudia fala dos problemas com seu pai, que era o responsável pela equipe do seu irmão mas acabou deixando as crianças sozinhas porque precisava trabalhar, ela consegue abordar um assunto pertinente ao mundo dos adultos. Quando ela fala da atitude do grupo Robóticas, composto pelas meninas mais ricas e populares da escola que tem vantagens sobre os outros, ela também consegue fazer com que o leitor se identifique com o sentimento de injustiça da sua e de outras equipes. Todas essas interações entre os personagens se desenvolve de forma realista e muito bem humorada, não tem como não se identificar com pelo menos um dos personagens, ou como não reconhecer os seus amigos neles, assim como não tem como ler e não sentir falta da infância. O final da história também é um ponto positivo, pois consegue surpreender o leitor, mesmo para os que não se encaixam no público infantojuvenil, fazendo com que você fique com vontade de continuar lendo os próximos exemplares.

O que torna Os irmãos Tapper detonam Nova York uma leitura tão dinâmica e divertida é que os seus personagens de fato parecem como pessoas reais. Para um público infantil além da representatividade de gênero e raça, com personagens de diferentes nacionalidades, há também a sensação de que é possível realizar eventos que envolvem criatividade para se divertir com os amigos, como foi o caso do caça ao tesouro criado por Claudia. Além disso, o fato dos personagens morarem em uma cidade real também cria essa sensação de realidade junto com uma vontade para explorar Nova York junto com eles.

Leia também:

[LIVRO] Coração Satânico: Entre muito sangue e cadáveres (Resenha)
[LIVROS] Outros Jeitos de Usar a Boca: As mulheres e as relações de amor através da poesia de Rupi Kaur
[LIVRO] Belas Maldições, de Neil Gaiman e Terry Pratchett: O apocalipse é politicamente incorreto!

Somos todos extraordinários

Os irmãos Tapper detonam Nova York e Somos Todos Extraordinários

Da mesma forma, Somos todos extraordinários, de R.J Palácio, consegue atingir tanto o público infantil quanto o adulto, com ilustrações detalhadas e textos mais diretos. O livro conta o dia a dia de Auggie Pullman, o garoto comum com uma deformidade no rosto protagonista do romance Extraordinário, que foi publicado em 2013 e  já vendeu mais de 5 milhões de cópias.

A história de Extraordinário, que começa quando Auggie com 10 anos, começa a frequentar a escola pela primeira vez e a notar como as outras crianças interagem com ele, continua agora com essa nova edição, dedicada às crianças, onde a autora consegue transmitir a mensagem de inclusão em que baseia toda a sua obra. Nele, podemos ver o mundo através dos olhos de Auggie, e assim entender como é se sentir normal, mas sempre ser visto por todos como diferente.

Em apenas algumas páginas, com ilustrações feitas pela própria autora, somos convidadas a entrar no mundo de Auggie para entende-lo melhor, e assim levar essa reflexão para outros momentos da vida. É uma ótima obra para ensinar sobre empatia e o valor da diversidade para crianças, tanto em casa quanto na escola, fazendo com que todos entendam o sentimento de querer ser visto por quem eles realmente são, independente de estarem ou não na mesma situação que o protagonista.

Somos todos extraordinários é então um ótimo complemento para a história de romance que tornou o seu personagem famoso, mas funciona também como uma história avulsa para aqueles que não chegaram a conhecer a história de Auggie. Assim como Irmãos Tapper, o livro possibilita uma fácil identificação com os seus personagens, e transmite mensagens boas para o público do qual é destinado, sendo uma obra que consegue resgatar os elementos da história original, mostrando o dia a dia de um personagem comum, que poderia ser o dia a dia de muitos meninos e meninas. Duas ótimas obras do universo infantil que merecem destaque entre os lançamentos atuais!

A história de Auggie virou filme e você pode conferir o trailer abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=GdPrJCn428A


Os Irmãos Tapper Detonam Nova York

Os Irmãos Tapper Detonam Nova York

Autor: Geoff Rodkey

288 páginas

Editora Intrínseca

Este livro foi cedido pela editora para resenha.

Onde comprar: Amazon

 


Somos Todos ExtraordináriosSomos Todos Extraordinários

Autora: R.J. Palacio

32 páginas

Editora Intrínseca

Este livro foi cedido pela editora para resenha.

Onde comprar: Amazon

Conheça as obras da Editora Intrínseca: Site Oficial Facebook  Compre aqui livros da editora


Compartilhe

Written by:

25 Posts

Feminista. 20 anos. Libriana indecisa com ascendente em leão que sonha em viajar o mundo. Estudante de publicidade e propaganda, apaixonada por séries, livros, filmes e levemente viciada em ver fotos de animais fofinhos na internet.
View All Posts
Follow Me :