[QUADRINHOS] Personagens Femininas: Confira as 10 Melhores Adaptações das HQs para a TV!

[QUADRINHOS] Personagens Femininas: Confira as 10 Melhores Adaptações das HQs para a TV!

Atualmente, temos uma boa variedade de séries de televisão que são adaptações de histórias em quadrinhos. Produzidas por canais abertos, fechados ou até mesmo no formato web series, o mais importante é ter uma narrativa sólida e bem escrita, e personagens interessantes e bem feitos, podendo ser mais ou menos fiéis ao material original. Pensando nisso, fizemos uma lista com 10 das personagens femininas mais bem adaptadas de histórias em quadrinhos, configurada a partir de pontos como maior adaptação ou fidelidade à origem, aparência, habilidades e personalidade; além de levar em conta o desenvolvimento da personagem dentro da trama da respectiva série (lembrando que essa lista não é um ranking, mas sim uma compilação listando boas personagens). E um aviso:  teremos alguns spoilers.

Canário Negro (Sara Lance)Personagens Femininas Canário Negro

Dentro do ‘Arrowverse’ (Universo Compartilhado da DC Comics na TV da The CW) foram apresentadas diversas personagens sob o alter ego de Canário (variando entre Canário, Canário Negro e Canário Branco), mas todas elas de alguma maneira faziam referência à personagem dos quadrinhos Canário Negro (especialmente Dinah Lance). Aqui, nós escolhemos como representante a primeira delas, Sara Lance, interpretada por Caity Lotz.

Nas HQs, a personagem Canário Negro apareceu pela primeira vez em “Flash Comics” n°86, em agosto de 1947, como coadjuvante das aventuras de Johnny Trovoada, e ao longo dos anos (e de diversas encarnações) sua popularidade foi aumentando ao participar das histórias em conjunto com outros personagens, incluindo aventuras com a Liga da Justiça e, principalmente do Arqueiro Verde.

Sua contraparte televisiva apareceu pela primeira vez em “Arrow” na segunda temporada da série, com o codinome Canário (lembrando que o Arqueiro também não era Verde naquele momento). Irmã de Dinah Laurel Lance, interesse amoroso do Arqueiro/Oliver Queen, as habilidades de combate e estratégia de Sara a deixam muito próxima da Canário no quadrinhos, assim como sua aparência e personalidade. A personagem foi ganhando arcos cada vez maiores dentro da série, até conseguir seu próprio espaço, como Canário Branco em “Legends of Tomorrow”, onde é a atual Capitã da equipe; tornando-se uma das principais personagens femininas dentro desse Universo Compartilhado.

Harpia (Bobbi Morse)

Publicidade

Personagens Femininas Harpia

Barbara ‘Bobbi’ Morse (algumas vezes Morse-Barton) teve sua primeira aparição em “Astonishing Tales” n°6, de 1971; e um ano depois como Harpia (Mockingbird) em “Marvel Team-Up” n°95. Na série de TV “Agents of S.H.I.E.L.D.” ela apareceu pela primeira vez no quinto episódio da segunda temporada, intitulado A Hen in the Wolf House, interpretada por Adrianne Palicki.

Em ambos os casos, Morse tem sua origem relacionada a S.H.I.E.L.D., sendo uma espiã muito habilidosa, além de mostrar grande técnica de combate corpo a corpo e de ter PhD em biologia. Nos quadrinhos, ela é muito associada ao Gavião Arqueiro, com quem já foi casada; enquanto na série, tem um relacionamento com Lance Hunter, sendo que a dupla fazia parte dos personagens mais queridos pela maioria dos fãs, quase ganhando sua própria série de TV, que, infelizmente foi cancelada antes mesmo de estrear.

Jesse Quick (Jesse Wells)

Personagens Femininas Jesse Wells

Jesse Quick teve seu debute em “Justice Society of America” n°1 em 1992, sendo o alter ego de Jesse Chambers. Tendo como pais Johnny Quick e Liberty Belle, ambos velocistas, habilidade herdada por ela. Membro dos Titãs e da Sociedade da Justiça da América, Quick já lutou várias vezes ao lado de Wally West durante o período dele como Flash.

Na série de TV “The Flash, Jesse se chama Jesse Wells e é interpretada pela atriz Violett Beane. Diferente da versão dos quadrinhos, ela é filha do Harrison Wells da Terra 2 e seus poderes foram adquiridos por causa de uma segunda explosão do acelerador de partículas provocada na tentativa de recuperar os poderes de Barry Allen.

Publicidade

A Jesse Quick da série entrou nesta lista por se tratar de uma personagem bem trabalhada, mesmo não sendo membro regular da série, sendo sempre bem aproveitada dentro da dinâmica do grupo (especialmente em cenas com seu pai e com Wally West), mesmo quando ainda não tinha seus poderes, já que ela também conta com múltiplas especializações científicas. 

Misty Knight (Mercedes “Misty” Knight)

Personagens Femininas Mercedes "Misty Knight"

Tendo aparecido pela primeira vez em “Marvel Premiere” n° 21 em 1975, Misty Knight tem sua origem, tanto nos quadrinhos quanto na série de TV “Luke Cage“, em seu trabalho como policial no Departamento de Polícia de Nova Iorque. Nos quadrinhos, ela usa uma prótese de braço biônico feita por Tony Stark, e normalmente trabalha ao lado de sua amiga e associada Colleen Wing, além de se aliar ao Heróis de Aluguel Luke Cage e Punho de Ferro. Em Luke Cage, ela é interpretada por Simone Missick, e até o final da primeira temporada não adquiriu seu braço biônico, mas apresenta a habilidade de ‘se projetar’ em cenas nas quais ela não estava, o que ajuda em suas habilidades investigativas. 

-> Confira aqui quadrinhos e mangás com descontos imperdíveis na Amazon!

Quake (Daisy Johnson/Skye)

Personagens Femininas Quake

Daisy Louise Johnson apareceu pela primeira vez em “Secret War” n°2, em julho de 2004, como uma arma secreta do então diretor da S.H.I.E.L.D., Nick Fury. Em “Agents of S.H.I.E.L.D.”, ela é interpretada pela atriz sino-americana Chloe Bennet e está presente na trama desde o início, sendo primeiro denominada como Skye, para somente depois descobrir seu verdadeiro nome (e adquirir seus poderes).

Tendo origens bem distintas, Johnson nos quadrinhos foi primeiramente apresentada como uma mutante, tendo a manifestação de seus poderes chamado a atenção da S.H.I.E.L.D., o que fez com que a convocassem para integrar a organização. É líder dos Secret Warriors e tem um relacionamento de mentor X aprendiz com Nick Fury. Na série, Quake é apresentada como uma hacker sem poderes chamada Skye, que acaba sendo convocada para integrar a equipe do Agente Coulson, recebendo treinamento para se tornar uma agente de campo.

Com a entrada do arco sobre os Inumanos na segunda temporada da série, ela ganha seus poderes a partir de sua herança Inumana, se tornando uma espécie de líder e defensora das causas desse grupo. Apesar de apresentar diversas diferenças em relação a sua contraparte dos quadrinhos, a Quake de “Agents of S.H.I.E.L.D.” está nesta lista por ser uma das personagens adaptadas dos quadrinhos com maior arco de desenvolvimento pessoal, sendo parte vital para a trama da série.

Amanda Waller

Personagens Femininas Amanda Waller

Também personagem do ‘Arrowverse’, a Amanda Waller da TV apareceu somente em “Arrow” e foi interpretada pela atriz britânica Cynthia Addai-Robinson. Nos quadrinhos, ela apareceu pela primeira vez em “Legends” n°1, em 1986, e até hoje é profundamente associada à formação da Força Tarefa X, mais conhecida como Esquadrão Suicida. Sendo bem fiel às motivações e à personalidade da personagem (conhecida por sua frieza na tomada de decisões), a série de TV optou por uma Waller mais jovem (especialmente se formos compará-la às interpretes escolhidas para o cinema), mas não muito diferente de versões mais atuais das HQs, conseguindo passar a gravidade e a ameaça que muitas vezes a personagem representa. Dentro desta lista, é uma das personagens mais fiéis à sua contraparte das HQs.

Jessica Jones

Personagens Femininas Jessica Jones 

Jessica Campbell Jones (Cage) teve sua primeira aparição em “Alias” n°1, de novembro de 2001. Protagonizadas por ela,  tanto os quadrinhos “Alias“, quanto a série de TV, Jessica Jones, contam as histórias de Jones em sua agencia de investigação particular ‘Alias‘, que criou após se aposentar da vida de super-heroína por conta da experiência traumática de ter sido controlada e torturada mentalmente por Zebediah Killgrave, o Homem-Púrpura.

A partir daí as narrativas tomam caminhos diferentes, com a Jones das HQs estando muito mais inserida no mundo dos heróis Marvel, do que sua contraparte televisiva (interpretada por Krysten Ritter), que, durante a primeira temporada de sua série, lidou, basicamente, com a ameaça de Killgrave. Incontestável é a importância dos temas discutidos pelas histórias da personagem em ambas as mídias (temos um texto que discute a principal questão da série).

Supergirl (Kara Zor-El)

Personagens Femininas Kara Zor-El

Kara Zor-El ou Supergirl foi criada em maio de 1959 na revista  “Action Comics” n°252, sendo uma das poucas sobreviventes do planeta Krypton, tendo sido criada em uma cidade sobrevivente do planeta, Argo City. Kara foi enviada por seus pais a terra para ser criada por seu primo, o Superman. Essa versão da personagem tinha como identidade secreta Linda Lee Danvers (no Rebirth seu nome se torna Kara Danvers). Na série de TV, Kara (Melissa Benoist) é enviada junto com seu primo mais novo para a Terra durante a explosão do planeta, mas acaba chegando anos depois dele, que a leva para ser criada pela família Danvers. Sendo muito parecidas tanto em habilidades, personalidade e aparência; a versão da TV é uma ótima adaptação da heroína dos quadrinhos e conseguiu manter a série afastada do tema de que ela é somente a prima do Superman, o que fez com que a personagem evoluísse com as suas próprias decisões e motivações.

Enfermeira Noturna (Claire Temple)

Personagens Femininas Claire Temple

Uma mistura de personagens, Claire Temple, personagem que aparece nas séries da Marvel/Netflix, é baseada tanto na Dra. Claire Temple (primeira aparição em “Luke Cage, Hero for Hire” n°2 de agosto de 1972), quanto na Enfermeira Noturna (Linda Carter, que teve sua primeira aparição em “Night Nurse” n°1, em 1972), estando ligada muito mais a primeira. Tanto nas séries, quanto nas HQs, Claire (Rosario Dawson) é um interesse amoroso de Luke Cage, não sendo, ela mesma, uma super-heroína. Apesar disso, nas séries, Claire é fundamental para o andamento de diversas tramas, tendo salvo a vida de Cage e de outros personagens mais de uma vez.  

Agente Carter (Margaret “Peggy” Carter)

Personagens Femininas agente carter

Criada por Stan Lee e Jack Kirby em  “Tales of Suspense” n°77 de maio de 1966, Peggy Carter apareceu como um interesse amoroso do Capitão América em flashbacks de seu período lutando na 2° Guerra Mundial. Sua origem mais conhecida é como irmã (mais tarde transformada em tia ou tia-avó) de Sharon Carter, outro interesse amoroso do Vingador.

Na série de TV (e primeiramente no cinema), Peggy, interpretada por Hayley Atwell, teve um começo bem parecido, sendo basicamente a única personagem feminina com nome em “O Primeiro Vingador” e estando lá para acrescentar um peso maior no momento em que Steve Rogers fosse congelado para acordar nos dias atuais.

Felizmente, a personagem ganhou um curta e posteriormente um série de TV (além de várias aparições em mais de um filme), mostrando sua importância como um das fundadoras da S.H.I.E.L.D. e como agente de campo em missões pela SSR. Sendo dentro da série uma voz do direito das mulheres no pós-guerra, ela vem ganhando espaço em relação à sua versão dos quadrinhos (e em relação a sua irmã/sobrinha), sendo praticamente impossível desassociar o rosto de Atwell da imagem que se tem da personagem, que vem conquistando fãs com suas frases de orgulho e encorajamento.

Autora:

16 textos

Bat-fã, que ama cachorros, quadrinhos, chocolates e coisas velhas. Formada em História pela Universidade de São Paulo; tem como metas de vida trabalhar com arquivo histórico e HQs (de preferência ao mesmo tempo), e convencer sua irmã mais velha de que a Canário Negro venceria em um combate corpo a corpo contra a Caçadora.
Todos os textos
Follow Me :