Puella Magi Madoka Magica: tudo em troca de um desejo

Puella Magi Madoka Magica: tudo em troca de um desejo

Compartilhe

O mundo nem sempre é bonito. É cruel e muitas vezes cheio de tons escuros. E às vezes até o universo mágico das garotas mágicas é assim. Com esse clima de reviravoltas que, em 6 de janeiro de 2011, Puella Magi Madoka Magica estreou na MBS pela mente de Gen Urobochi e músicas da fabulosa Yuki Kajiura. A história de garotas que em troca de um desejo ganham poderes mágicos abalou as estruturas daquilo que sempre vimos no gênero mahou shoujo e mudou nossa visão sobre o assunto. Afinal, como seu público, o gênero também cresceu e chegou a vida adulta.

Puella Magi Madoka Magica  fala muito sobre a profusão de sentimentos que invadem a vida de uma adolescente, as ilusões e as armadilhas. Com promessas de uma vida brilhante, elas entregam tudo e só recebem dor e desespero e um destino cruel. É possível fazer diversos parâmetros da história para com a vida, dos quais o puro amadurecimento, militarismo infanto-juvenil das obras, e até mesmo uma analogia à prostituição ou relacionamentos abusivos e religiosos.

Até metade do terceiro episódio, Puella Magi Madoka Magica parece seguir uma fórmula já conhecida, mas uma reviravolta mostra que a obra não é algo comum. No aspecto artístico, SHAFT fez um trabalho glorioso, misturando a animação tradicional com outro estilo que parece recorte e colagem ao estilo russo, trabalho realizado pela dupla Gekidan Inu Curry, que fez os labirintos e as bruxas. A franquia conta com 11 episódio de TV, 3 filmes lançados com um quarto anunciado, 1 jogo para PSP, 1 para celular (apenas no Japão) e vários mangás spin-off (a maioria já lançado oficialmente pela NewPop).

Atenção: se você ainda não viu a série, este artigo contém spoilers. Se deseja manter segredo, pule o artigo para o subtítulo “Parâmetros da Vida”.

Qual o seu pedido?

Puella Magi Madoka Magica
Puella Magi Madoka Magica conta a história de garotas recrutadas por um incubator que se parece um mascotinho típico dos animes do gênero, Kyubey, que em troca de um pedido realizado, elas se convertem em garotas mágicas para lutarem contra bruxas, entidades misteriosas e malignas que se alimentam de humanos ou os levam ao suicídio. A protagonista é Madoka Kaname, que vive uma vida comum com sua família, que por si só já é uma quebra de paradigmas: é sua mãe quem trabalha e o pai o “dono-de-casa”, fugindo do comum no Japão, onde as mulheres ficam em casa.

Puella Magi Madoka Magica
Homura, Mami, Kyoko, Sayaka e Madoka

Ela e sua amiga Sayaka Miki acabam por encontrar Kyubey, que fugia de algo. E nisso encontram com uma misteriosa garota mágica de cabelos negros e roupas com motivos roxos, que ao ver Kyubey e Madoka juntos parece desistir de seu intento em ferir o bichinho. Sem querer, em seguida, Madoka e Sayaka acabam em um labirinto de bruxa e Kyubey diz para as meninas escolherem seus pedidos, mas acabam sendo salvos por Mami Tomoe, uma garota mágica amarela que invoca armas de fogo para combater. É assim que acabam caindo no fantástico e perigoso universo das garotas mágicas.

Puella Magi Madoka Magica
Mami no melhor estilo “aqui tem coragem”.

Mami resolve tutelar as garotas que foram escolhidas por Kyubey, mostrando como é lutar contra as bruxas enquanto elas próprias não escolhem que pedido farão para se tornar uma garota mágica, enquanto a garota morena, Homura Akemi, insiste em se por no caminho, dizendo que Madoka não deve se tornar uma garota mágica.

Debaixo do angu tem osso

Puella Magi Madoka Magica
Contrato?

Puella Magi Madoka Magica segue um ritmo tranquilo até seu episódio 3. É quando ao final, a batalha de Mami contra a bruxa Charlotte dá errado e ela é morta, tendo sua cabeça devorada numa cena que se tornou um marco. O desespero toma conta de Madoka e Sayaka, ao que Kyubey começa a insistir para que elas escolham logo seus desejos. Mas eis que surge a garota roxa, Homura, com seu poder de sumir e aparecer e derrota a bruxa, novamente insistindo para Madoka e Sayaka não se tornarem garotas mágicas. Sua fala firme e sua insistência tornam-se um grande mistério. Até os últimos episódios.

Puella Magi Madoka Magica
Kyubey sempre vendo o circo pegar fogo

Sayaka, apaixonada por um garoto violinista que perdeu os movimentos da mão, usa seu desejo para curá-lo, tornando-se uma garota mágica azul com espadas, assumindo seu lugar como guardiã da cidade no lugar de Mami, ao que ela entra em conflito com uma garota mágica vermelha, Kyoko Sakura, usuária de uma lança que veio da cidade vizinha. Kyoko é arrogante e briguenta, diz usar seus poderes apenas pra si e ri do ideal de Sayaka, mas no fim se torna aliada do grupo.

Puella Magi Madoka Magica
Sayaka em combate

É no último embate que um grande segredo acerca das garotas mágicas é revelado: elas são tecnicamente zumbis, pois sua joia da alma, item mágico que usam para se transformar e que frequentemente elas tem de purificar com Sementes de Rancor das bruxas, é literalmente a alma delas. Sayaka começa a se menosprezar e vê seu amor ser tomado pela amiga e entra em desespero, corrompendo totalmente sua joia, o que acaba por expor outro segredo: bruxas são as almas de garotas mágicas corrompidas e Homura na verdade esteve o tempo todo tentando proteger Madoka de se tornar aquilo.

Puella Magi Madoka Magica
Semente de Rancor nascida da alma de Madoka em uma das linhas do tempo

Kyubey então é revelado como um alien sem emoções que usa os sentimentos intensos de jovens humanas como combustível para o universo não morrer. Essa energia é gerada quando uma garota mágica se torna bruxa, o que faz necessário mais garotas mágicas para manter o status quo de mais garotas surgindo para deter bruxas enlouquecidas e se tornarem novas bruxas.

Puella Magi Madoka Magica
Sayaka se entrega ao desespero após sua autoestima ter sido esmigalhada

Mas então, como Homura sabia de tudo isso e por que queria proteger Madoka?

O amor obsessivo

Puella Magi Madoka Magica
Homura, a viajante do tempo e obsessiva

Bem perto do final é revelado que o poder de Homura é controle do tempo. Ela sempre consegue voltar no tempo para tentar impedir que Madoka se torne uma garota mágica. Antes um inocente desejo de proteção convertido em um amor obsessivo após cem idas e vindas no tempo, sempre vendo Madoka no final se render e se transformar em garota mágica, ou morrendo ou se tornando bruxa.
Mas sem querer, a viagem no tempo de Homura só aumentou mais o carma e o poder de Madoka enquanto potencial garota mágica, deixando Kyubey ainda mais interessado em transformar ela em uma, para se tornar então a bruxa mais poderosa. E tudo isso está acontecendo enquanto outra bruxa temida está vindo para a cidade, Walpurgis Nacht.

Puella Magi Madoka Magica
A temida bruxa Walpurgis Nacht

Homura insiste em lutar sozinha após a morte de todas as garotas mágicas da cidade, mas sem poder, perto de se entregar ao desespero, Madoka surge e decide se transformar, desejando destruir todas as bruxas de todas as linhas do tempo e épocas, convertendo-se então em deusa e anulando sua existência enquanto mortal. Apenas Homura e vagamente seu irmão caçula acabam se lembrando. Mas por algum motivo, garotas mágicas continuam a existir nesse universo agora protegido por Madoka. E a história continua com um imenso plot twist no terceiro filme, pois os dois primeiros são resumo dos 11 episódios.

Parâmetros da Vida

Puella Magi Madoka Magica

Como bem dito anteriormente, Puella Magi Madoka Magica é uma série adulta, ainda que engane o seu visual fofinho, abordando situações nada simples. É uma série sobre morte, desespero, engodos e amor obsessivo, desconstruindo, ou melhor, implodindo o universo do gênero de mahou shoujo.

É possível sim traçar paralelos com a vida. Existem pessoas como Kyubey, clinicamente chamadas de psicopatas ou simplesmente de ambiciosas, pois o mesmo não tem sentimentos ou empatia, mas sua inteligência é soberba. Ele apenas faz sua função como incubator, de gerar energia, mas ele não se importa com as garotas que sacrifica. O sofrimento também se converte em obsessão, como foi o caso de Homura em suas viagens temporais. Ela se torna doente ao ficar obcecada em salvar Madoka, não aceitando nenhuma alternativa além da que planejou, não se importando em se tornar o que chamaríamos de “mal” para que Madoka viva uma vida comum e sem preocupações. Tanto que, frequentemente, se sobrepõe as vontades da protagonista.

Traçamos um paralelo também quanto ao amor não correspondido, o amor unilateral que beneficia a quem não ama e abandona, como também a baixa autoestima, no caso de Sayaka. Quantas garotas deixam passar a chance de viver um amor ou de realizar sonhos por não se julgarem boas o bastante para isso, como Sayaka se julgou um defunto animado. Mas também quantos casos não vemos por aí onde, consciente ou não, o rapaz troca de parceira após a primeira doar tudo de si? Sayaka é talvez o símbolo de alerta com letreiros luminosos para que nós nos amemos antes de tudo.

Além da clássica Lobo e Chapeuzinho Vermelho, onde vemos garotas iludidas com promessas e entregues ao nada, como tantas vezes vemos acontecer na vida real, seja pelo cara que fez promessas e largou uma mãe solteira, até mesmo casos como os retratados na novela Salve Jorge e sua “ida a Turquia”, que nada mais era que uma amostra grátis do inferno.

Puella Magi Madoka Magica
Vilãs da novela “Salve Jorge” (2009) que enganavam jovens para o tráfico humano, tal qual Kyubey recruta sem dizer os termos do acordo e engana jovens adolescentes.

Os 11 episódios de Puella Magi Madoka Magica estão disponíveis via streaming na Netflix e os mangás baseados neles e seus spin-off (Diferente Story, Oriko e Kazumi) foram lançados pela editora NewPop.


Compartilhe

Autora

311 Posts

Site sobre cultura e entretenimento, que destaca o protagonismo feminino e analisa a representação feminina nas obras.
Veja todos os textos
Follow Me :