A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada: amizade feminina e nosso lugar no universo

A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada: amizade feminina e nosso lugar no universo

Compartilhe

Becky Chambers, uma das mais novas e mais aclamadas autoras de ficção científica, consegue construir mundos e personagens que aquecem o coração e conseguem permanecer com as leitoras muito após o fim da leitura. É dela a obra “Uma longa viagem a um pequeno planeta hostil“, que acompanha a vida de Rosemary, uma guarda-livros, perambulando pelo Espaço a bordo da nave Andarilha, junto com tantos outros personagens plurais que somam ao enredo e ensinam muito acerca de amizade, sobrevivência e diversidade.

Em “A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada” a autora cria uma história a partir do desfecho de seu livro de estreia e, neste segundo, acompanha-se a Inteligência Artificial Lovelace e Sálvia, uma engenheira que faziam parte da tripulação do primeiro livro de Becky. Lovelace era os olhos e ouvidos da nave, muito querida por todos, e nesta obra terá de lidar com questões como autoconhecimento e pertencimento.

O livro conta com menos personagens do que em “Uma longa viagem a um pequeno planeta hostil”, mas não deixa de possuir o mesmo brilho. Embora o foco agora seja em Lovelace e Sálvia, algumas das mesmas abordagens da obra anterior estão presentes, assim como novos sentimentos e emoções.

As leitoras acompanham Lovelace restabelecendo-se em um corpo sintético após ter sido reiniciada, o que é considerado um crime pelas leis da Comunidade Galáctica, e tendo zerado completamente as memórias da vida que levara na Andarilha. As emoções humanas que sempre possuíra precisarão ser revividas e experimentadas, ao passo que ela se questiona sobre seu próprio lugar no universo.

A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada
“A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada” foi lançado pela Darkside Books. Imagem: Delirium Nerd

Sálvia também é uma personagem interessante na obra de Chambers. Presente no desenrolar da primeira trama como personagem secundária, em “A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada“, assim como Lovelace, possui destaque e tem seu passado sofrido revisitado: pertencente desde o nascimento a uma classe de escravos dominada por engenheiros genéticos que por eles não nutriam nenhuma piedade, Sálvia conseguiu fugir e, desde então, passou a lutar para recomeçar.

Dessa forma, vemos duas mulheres de personalidades distintas, tentando resistir e insistir no simples direito de viver e serem quem são, encontrando na companhia uma da outra um motivo para continuar. Becky constrói uma narrativa singela e emocionante. Impossível não haver uma troca e uma aproximação imediata com as duas.

O que é, de fato, ser um indivíduo? Em obras de autores de ficção científica, como Philip K. Dick, observa-se este questionamento igualmente levado aos robôs ou alienígenas. Ser humano é ter carne, osso, contas para pagar, um coração que pulsa e sente emoções diversas? A autora coloca seus leitores e leitoras para refletirem sobre isto e faz com que a Inteligência Artificial também busque por respostas, a fim de lapidar quem ela já é e quem quer ser.

A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada
Parte interna da edição de “A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada”. Imagem: Delirium Nerd
Leia também:
>> [LIVROS] Sonhos Elétricos: Os fios condutores da essência humana na obra de Philip K. Dick
>> [LIVROS] Perdida no mundo de “Justiça Ancilar”
>> [LIVROS] Todos os Pássaros no Céu: Quando natureza e tecnologia dão-se às mãos

A escrita da autora é agradável e leve, transmitindo muitas questões sociais nas entrelinhas do texto. As duas obras lançadas pela DarkSide Books podem ser lidas separadamente, mas se lidas em conjunto proporcionam uma experiência ainda mais satisfatória. O projeto gráfico segue o mesmo estilo da primeira obra, em capa dura, detalhes brilhantes e desenhos de galáxias no interior. Um charme!

A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada” é um manifesto pelo respeito às individualidades e pela proteção aos vínculos que mantemos ao longo da vida e que nos tornam quem somos – silêncio e a escuridão do universo não são tão ruins assim, se há alguém com quem contar.


Admirável Órbita Fechada

A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada

Autora: Becky Chambers

DarkSide Books

Tradutora: Flora Pinheiro

315 páginas

Se interessou pela obra? COMPRE AQUI!

A Delirium Nerd é integrante do programa de associados da Amazon. Comprando através do link acima, você ajuda a manter o site no ar, além de ganhar nossa eterna gratidão por apoiar o nosso trabalho!


Compartilhe

Autora

86 Posts

É estudante de Letras e fã incondicional de Neil Gaiman – e, parafraseando o que o próprio autor escreveu em O Oceano no Fim do Caminho, “vive nos livros mais do que em qualquer outro lugar”.
Veja todos os textos
Follow Me :