[SÉRIES] Orange Is The New Black – 6ª Temporada: Primeiras Impressões (Sem Spoilers)

[SÉRIES] Orange Is The New Black – 6ª Temporada: Primeiras Impressões (Sem Spoilers)

Compartilhe

Orange Is The New Black, uma das primeiras e mais populares produções da Netflix, está de volta! A sexta temporada estreia dia 27 de julho e promete responder várias questões que foram deixadas abertas ao final da quinta temporada. A Netflix liberou todos os episódios da sexta temporada para a equipe do Delirium Nerd e o presente texto abordará as primeiras impressões que tivemos da continuação da série.

Para quem não se lembra, as detentas do pavilhão de segurança mínima de Litchfield se rebelaram.O dia a dia na prisão, que já não era bom, ficou ainda pior depois que a administração foi entregue à iniciativa privada. Apesar das tentativas do diretor Joe Caputo (Nick Sandow) de melhorar as condições de vida em Litchfield, a política de contenção de gastos implantada pela CG impactou o cotidiano das detentas, levando à precarização de serviços, ao estabelecimento de controversos programas educativos – que na verdade não passavam de trabalho não remunerado – e à contratação de guardas despreparados e, muitas vezes, violentos. Sim, estamos falando do senhor Piscatella (Brad William Henke).

Orange Is The New Black
Final da 5ª temporada de OITNB.

Os descontentamentos foram somados à impunidade perante o assassinato de Poussey Washington (Samira Wiley), morta por um dos guardas da prisão, e uma rebelião foi deflagrada. O movimento era legítimo e suas reivindicações justas. Porém, infelizmente, as negociações falharam. O final da quinta temporada de Orange Is The New Black mostrou o colapso da rebelião. A prisão foi invadida e o destino das detentas tornou-se incerto.

Aquelas que já tiveram acesso ao trailer devem se lembrar de uma fala de Suzanne Warren (Uzo Aduba): “Esta não é minha casa!”. E, de fato, não é. Orange Is The New Black mudou. Apesar de o enredo não ter perdido o brilho costumeiro, a sexta temporada traz uma certeza: a vida em Litchfield não será mais a mesma. Não serão apenas os cenários que mudarão. As relações de poder serão outras e, para sobreviver, será preciso desistir de antigas alianças e forjar novas.

Bem-vindos à Segurança Máxima

Como diria Sir Issac Newton: “Para toda ação existe uma reação.”. Com o fim da rebelião, Maria Ruiz (Jessica Pimentel), Mendoza (Selenis Leyva), Blanca (Laura Gomez), Daya (Dascha Polanco), Taystee (Danielle Lee Brooks), Piper (Taylor Schilling), Red (Kate Mulgrew) e as demais meninas terão que arcar com as consequências.

Orange Is the New Black
6ª temporada (Netflix/Divulgação)

O ambiente será bem diferente. Frio e opressor. Cercado por grades, paredes e pisos de concreto. Mesmo os espaços destinados à recreação serão claustrofóbicos. Quase não se verá janelas e as áreas verdes serão praticamente inexistentes. As detentas serão constantemente vigiadas e a violência contra elas será institucionalizada. Este, certamente, é um dos pontos mais chocantes e deprimentes da nova temporada.

Os guardas estarão mais violentos e abusivos e, mesmo que algumas situações especialmente as que envolvem o guarda Luschek (Matt Peters) sejam introduzidas como alívio cômico, é difícil simpatizar com a equipe de uniforme azul, já que os castigos físicos e vexatórios contra as detentas serão comuns e tolerados.

Orange Is the New Black
6ª temporada (Netflix/Divulgação)

O enfraquecimento das “famílias” será outro ponto impactante. A união entre as detentas era divertida e reconfortante. Era comum ver fãs se identificando com as “famílias” e torcendo por elas. Mas, na sexta temporada, as coisas tomarão um rumo diferente. A segurança máxima é organizada por blocos. As rebeldes de Litchfield serão divididas por eles, e as antigas aliadas ficarão em blocos rivais.

O avanço das investigações que apontarão as líderes da rebelião também será determinante e vai piorar a situação, pois para se livrar de graves acusações, algumas escolherão trair suas velhas parceiras. Grupos que antes eram improváveis serão formados. Latinas, negras e brancas irão se unir para tentar aliviar a tensão.

Orange Is the New Black
6ª temporada (Netflix/Divulgação)
Leia também:
>> [SÉRIES] Game of Thrones passa no Teste de Bechdel? Veja a análise dessa e de outras séries!
>> [SÉRIES] Anne With An E – 2ª temporada: Sororidade e empatia como forma de vida!
>> [SÉRIES] Good Girls: Em um mundo que odeia mulheres, o crime compensa

Litchfield mudou! E agora?

Apesar das mudanças, Orange Is The New Black continua sendo uma série ótima. O enredo continuará explorando histórias individuais dos personagens, permitindo que o público, ao vislumbrar o passado, possa entender algumas das decisões tomadas. Além disso, a carga dramática dos episódios continuará sendo permeada por cenas de alívio cômico.

Não podemos nos esquecer que mesmo que Litchfield tenha mudado e o clima esteja triste e hostil, algumas coisas permanecerão as mesmas. Caputo continuará humano. Red ainda será maternal. Piper permanecerá egoísta e chata. Suzanne sempre será divertida. E o laranja ainda será a cor favorita dos fãs da série.


Compartilhe

Written by:

21 Posts

Nerd, pedagoga, escritora, leitora, gamer, integrante da casa de Lufa-lufa, amante de ficção científica (Star Trek, Star Wars e Doctor Who) e literatura fantástica. Deseja ardentemente que o outro lado da vida seja uma grande Biblioteca.
View All Posts
Follow Me :