[CINEMA] Lidando com o luto em “A Espera”

[CINEMA] Lidando com o luto em “A Espera”

Compartilhe

A Espera (L’attesa) é um filme de 2015 dirigido por Piero Messina, em que temos Anna (Juliette Binoche) de luto por um parente, vivendo isolada no interior da Sicília. Logo nesses primeiros dias de dor, ela recebe a visita de Jeanne (Lou de Laâge), a namorada de seu filho Giuseppe (Giovanni Anzaldo) que promete visitá-las na Páscoa.

Anna tenta a qualquer custo se manter estável diante de Jeanne, mas nos momentos a só não consegue conter as emoções, e desaba com lembranças do falecido. Enquanto isso, Jeanne tenta tirar o máximo de aproveitamento daquele lugar solitário, enquanto lida com a ansiedade de ter o namorado em seus braços. Ambas vão se acostumando aos poucos com a presença uma da outra, compartilhando histórias, e criando um laço quase que familiar.

Apesar do trailer dar um ar de suspense, já aviso que o plot twist é o que menos chama atenção neste filme, e é até fácil de adivinhar ao decorrer deste. É uma produção minimalista, cheio de detalhes repletos de significados, com muitos sentimentos e emoções num curto espaço de tempo. 

Contamos ainda com ótimas atuações e fotografia, e com uma música tema que eu adoro. O trecho “will you miss me when there’s nothing to see?” (você vai sentir a minha falta quando não houver nada para ver?) define muito bem a mensagem do filme. Acredito até que uma música do The XX nunca fez tanto significado em uma trilha sonora como neste caso. Ouçam a música a seguir, e sintam o clima da produção. 


Compartilhe

Written by:

36 Posts

“O senhor não imagina bem que eterna variação de gênio é aquela moça. Há dias em que se levanta meiga e alegre, outros em que toda ela é irritação e melancolia.” (Ressurreição, Machado de Assis). 20 anos, estudante de Engenharia e que prefere passar o dia vendo filmes do que com a maioria das pessoas.
View All Posts
Follow Me :