[QUADRINHO] A incrível e divertida aventura de “BEAR” (resenha)

Compartilhe

Esse ano tivemos o relançamento de “Dora”, pela editora MINO, o lançamento de “Mônica – Força”, da Graphic MSP, e também de “BEAR – Volume 3”, pela editora Nemo. O que os 3 têm em comum? Bianca Pinheiro. A gente já falou de “Dora” aqui e dessa vez vamos dedicar todo nosso amor à menina Raven e seu amigo urso, Dimas.

BEAR é uma webcomic atualizada semanalmente por Bianca Pinheiro. Ela conta as aventuras da pequena Raven, uma menina com poderes mágicos (que fazem seus desenhos virarem coisas de verdade) numa busca por seus pais, depois de ficar distraída com uma borboleta e se perder numa floresta. Ao entrar numa caverna ela encontra Dimas, um urso mal-humorado que, apesar de rabugento, não consegue deixar Raven simplesmente sair por aí sozinha, então resolve acompanhá-la. Não sem antes encher uma mochila de coisas básicas, tipo… tudo.

Trecho do prólogo

A partir desse encontro, Raven e Dimas partem numa jornada seguindo uma bússola que supostamente aponta para a casa de Raven. A HQ ainda tem muita referência da cultura pop e nerd, como Harry Potter, O Quinto Elemento, A Lenda de Zelda. Com certeza é uma HQ perfeita pra presentear uma criança, e ela tem todo esse jeitão de livros infantis, bem grandões, que parecem ter sido feitos para um adulto segurar com uma criança no colo lendo.

Mas se engana se acha que o público é assim tão restrito aos pequenos. Pelo contrário, as referências, metalinguagens e construções feitas por Bianca são incríveis para qualquer idade. Lembra um pouco as histórias de Finn e Jake, do desenho animado “Hora de Aventura”. Raven e Dimas encontram problema em todo lugar que conhecem e precisam dar uma de heróis nas cidades mais estranhas e legais.

No volume 1, os dois amigos ficam presos na Cidade das Charadas, governada por um rei nada modesto. A única maneira que eles têm de escapar da cidade é decifrando uma charada criada pelo rei G. Já no volume 2, eles encontram Metódica, uma cidade normal que caiu sob um feitiço que transformou todos os adultos em crianças. E todos que entram na cidade também viram crianças, incluindo Dimas, que passa a dar muito trabalho para Raven.

bearrioE, finalmente, o recém-lançado “BEAR – volume 3”, que ainda não teve todas as páginas divulgadas no site oficial. Desta vez, Raven e Dimas se encontram com o Rio. Sim, o Rio é um humanóide de pedra que teve seu cajado roubado e agora não pode mais controlar as águas, gerando um grande caos na floresta. Não satisfeitos de se meterem em tanta encrenca, Raven e Dimas se oferecem para achar o cajado do Rio no oceano. No meio de sereianos, tubarões e outros seres marinhos, Raven e Dimas tem que se disfarçar e descobrir quem está por trás desse roubo. 

bearbianca
Opa! Ela mesma: Bianca Pinheiro.

Todos os volumes são muito divertidos! Bianca Pinheiro também participa da história como o Oráculo da Cidade das Charadas, que é uma das partes mais geniais e engraçadas da HQ. Além dela, tem também a Dona Pivara, que parece estar em todos os lugares administrando um bar em cada cidade que Raven e Dimas passam.

Outro personagem bem interessante é Nico, uma das crianças de Metódica, do volume 2. Ele é um menino que gosta de usar vestido, é bem inteligente e acaba virando uma espécie de líder intelectual, quando os adultos se transformam em bagunceirinhos incontroláveis. Embora ele ajude Raven a tentar transformar Dimas em um urso adulto de novo, parece estar feliz com o domínio infantil e a liberdade de poder usar seu vestidinho. Bianca foi particularmente genial na construção desse personagem. Queria muito que ele voltasse em outro volume junto com a fashion Méli.

Webcomic ou livro?

Uma dúvida plausível, já que BEAR está todo online, é se vale a pena comprar os livros. Primeiro devo dizer que a edição da Nemo é maravilhosa, rica e bem respeitosa com a criação de Bianca Pinheiro, tanto no formato nada usual quanto na escolha do papel, que deixa as cores vivas e fiéis ao original da web.

Um detalhe que se perde na impressão é o super poder de Raven. BEAR foi idealizada como uma webcomic e Bianca utilizou o gif para fazer os desenhos da Raven se moverem e mais outras coisinhas. Os pequenos comentários que a autora deixa em cada página também não estão presentes nos livros. Porém, nada disso é essencial à história. Sim, você sabe que os desenhos da Raven se mexem, porque Dimas menciona isso no livro também, é só botar a caixolinha pra trabalhar e imaginar.

bearrio2
Raven tentando tirar uma dúvida com o Rio

Então o veredito é: SIM, vale a pena! As edições são lindas e muita gente acha mais fácil e prazeroso manusear o quadrinho sem ter que ficar usando a barra de rolagem. Além de ter o exemplar para a sessão de autógrafo no dia em que você encontrar Bianca Pinheiro pelos festivais da vida. Mas é claro, se o dinheiro não permite, você sempre terá a webcomic disponível. E ainda com um monte de conteúdo extra, como wallpapers e vídeos. <3


bearvol3

BEAR – Volumes 1, 2 e 3

Bianca Pinheiro

Editora Nemo

Onde comprar: Vol.1 Vol.2  – Vol.3

Webcomic: BEAR

Salvar


Compartilhe

Written by:

39 Posts

Bagunceira e bagunçada, por dentro e por fora. Prefere ver séries em maratonas, menos Game of Thrones, porque detesta spoiler. Totalmente apaixonada por desenho e animação. Tem mania de citar filmes em conversas, conselhos, brigas ou onde couber uma referência. Prefere gastar dinheiro com quadrinhos do que com comida, sendo muito entusiasta do quadrinho nacional e graphic novels em geral. Formada em Jornalismo, mas queria mesmo trabalhar com roteiro e ilustração.
View All Posts
Follow Me :