[ENTREVISTA] Realizadores falam sobre o filme “A ROSA AZUL DE NOVALIS” que coloca o ânus no centro do debate sobre homofobia

[ENTREVISTA] Realizadores falam sobre o filme “A ROSA AZUL DE NOVALIS” que coloca o ânus no centro do debate sobre homofobia

Compartilhe

Os diretores Gustavo Vinagre e Rodrigo Carneiro e o ator-personagem Marcelo Diorio falam sobre o longa-metragem documental “A ROSA AZUL DE NOVALIS” exibido na Mostra Aurora da 22ª Mostra de Cinema de Tiradentes. Após sua estreia mundial em solo brasileiro, o filme ganha vulto internacional na capital alemã, uma vez que selecionado para a Mostra Fórum do Festival de Berlim, que acontece de 07 a 17 de fevereiro.

A partir de Marcelo, seus dilemas e suas buscas, os diretores pretendem chamar atenção para o ânus, tornando esse buraco, considerado obscuro, o ponto de partida para a compreensão do personagem. “Colocar o cu em evidência nos parece essencial, uma vez que em 8 países o sexo anal pode levar à pena de morte e em mais de 80 países à prisão perpétua”, explicam os diretores.

Veja a entrevista abaixo:

Ficha Técnica:

Diretores: Gustavo Vinagre e Rodrigo Carneiro

Sinopse: Marcelo, um dândi de cerca de 40 anos, possui uma memória inigualável. Revive lembranças familiares em sua cabeça e tem recordações de suas vidas passadas. Em uma delas, foi Novalis, poeta alemão que perseguia uma rosa azul. E nessa vida atual, o que Marcelo persegue?

>> Confira aqui mais sobre a 22ª Mostra de Tiradentes!


Compartilhe

Autora

120 Posts

Aquariana, mora no Rio de Janeiro, graduada em Ciências Sociais e em Direito, com mestrado em Sociologia e Antropologia pelo PPGSA/UFRJ, curadora do Cineclube Delas, colaboradora do Podcast Feito por Elas, integrante da #partidA e das Elviras - Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema. Obcecada por filmes e livros, ainda consegue ver séries de TV e peças teatrais nas horas vagas.
Veja todos os textos
Follow Me :