[CCXP 2018] Lançamentos das minas que você não pode deixar de conferir no Artists’ Alley!

[CCXP 2018] Lançamentos das minas que você não pode deixar de conferir no Artists’ Alley!

O Artists’ Alley é o coração da CCXP, como o próprio evento diz. Um espaço onde as artistas que moram nas mais variadas regiões do país se encontram para expor seus trabalhos e lançamentos. O Artists’ Alley viabiliza a divulgação, principalmente do mercado autoral dos quadrinhos nacionais, ao mesmo tempo que proporciona uma experiência inesquecível com a união de trabalhos incríveis produzidos por mulheres e homens. Temos a oportunidade valiosa de conhecer pessoalmente as criadoras dessas obras e artes que apreciamos.

Recentemente divulgamos uma lista contendo todas as mulheres artistas que estarão presentes no Artists’ Alley, e agora aproveitamos para mostrar pra vocês alguns dos principais lançamentos que ocorrerão na CCXP dessas mulheres talentosas que estarão aguardando sua visita nas respectivas mesas. Confira!

“Viridis”, da Catharina BaltarMESA C06

Artists’ Alley

Viridis” é um artbook contendo as melhores aquarelas da artista Catharina Baltar, desde quando começou a se aventurar nessa técnica até os dias atuais. Além de várias ilustrações nas temáticas de natureza e bichinhos, o livro também apresenta explicações sobre os processos de produção e criação da artista, estudos, remakes de pinturas antigas e muito mais.

“Patas Sujas” volume 3, da Cris PeterMESA 39-40

Artists’ Alley

“Patas Sujas” é uma história em quadrinhos sobre amizade e auto descoberta. Inspirada na música Dirty Paws da banda Of Monsters and Men, a história se passa em um mundo fantástico coberto por neve e conta os eventos que acontecem na vida de Na’az Ni, uma recém exilada que é resgatada por um povo excluído. Em meio a eles, ela conhece Meem, a fera que futuramente será conhecida como Patas Sujas.

No terceiro volume da coleção, testemunhamos os mundos de Na’az Ni e Zam, o Rei da Colméia, finalmente se cruzando quando o Rei Zangão e sua milícia se deparam com a aldeia dos excluídos.

A arte do terceiro volume é executada por Érica Awano, com roteiro de Cris Peter. Os volumes 1 (com arte de Ursula Dorada) e 2 (com arte de Érica Awano) também poderão ser encontrados a venda na mesa C39-40 do Artists Alley na CCXP 2018.

“Maternidade Sincera” e “Ritual”, da Cinthia SatyMESA H39

Artists’ Alley

Maternidade Sincera” é o compilado de tirinhas maternas que falam, com muito humor e amor, sobre uma mãe de dois meninos e seus malabarismos do dia-a-dia. Escrito e desenhado por Cinthia Saty, o livro conta também com 20 tirinhas inéditas para você rir e se identificar.

Artists’ Alley

“Ritual” é o artbook de inktober de Cinthia Saty. O artbook, todo feito em nanquim, conta com 32 páginas ilustrando as máscaras e vestimentas utilizadas nos rituais e festivais tradicionais de diferentes povos pelo mundo, que embora não tenham contato entre si, possuem rituais com significados e vestimentas semelhantes.

“Mika”, da Luiza McAllisterMESA A12-13

O quadrinho conta a história da infância da Mika, quando aconteceu um grande acidente dentro da sua casa e trouxe mudanças que sua família terá que lidar pelo resto da vida. “Mika” trás a reflexão de problemas que temos dentro da gente e muitas vezes são deixados de lado, mostrando isso tudo com o uso de linhas e cores bem leves em 32 páginas. Apesar de falar de um assunto forte, o quadrinho trata tudo com metáforas e é liberado para todas as idades.

“DiAHrio de Viagem”, da Fabiana SignoriniMESA G18

Artists’ Alley

“DiAHrio de Viagem” acompanha uma família meio louca em suas aventuras de viagem pelo Brasil e pelo mundo! Dó, Ré, Mi e Fá vão se meter em grandes apuros em meio à tanta turistagem.

A Fabiana também está participando da coletânea “Gibi de Menininha” e uma pequena participação na HQ “Reino Vazio” que também tem o lançamento marcado para essa CCXP.

“Love Up!” e “Necromancer – Além do Beco”, da Sheila BastosMESA H21

Artists’ Alley

Junte-se aos heróis do mundo de Kairos: a guerreira Ruby, o clérigo Liam e o ninja Aidan em suas primeiras aventuras! Em “Love Up!” eles irão explorar lugares mágicos habitados por criaturas fantásticas, enfrentar monstros terríveis, subir de nível e conquistar tesouros e itens mágicos para se tornarem os maiores heróis de todos os tempos! Você aceita esta missão?

Artists’ Alley

Em “Necromancer: Além do Beco” Ayla é uma jovem universitária solitária e insatisfeita com sua vida. Tudo parece não estar indo a seu favor até que algo inesperado cruza o seu caminho e tudo começa a mudar. O sobrenatural faz parte de um mundo invisível e ele também fará parte do mundo de Ayla quando o beco atravessar. Será essa a solução para os seus problemas ou os desafios serão ainda maiores? Lembre-se, às vezes, coisas que aparentam ser inofensivas podem transformar nossas vidas para sempre.

“Lilibel”, da Raquel VitoreloMESA A28

Artists’ Alley

Jezebel é uma bruxa. Lilith é um demônio. Por enquanto. “Lilibel” conta como uma menina fofa enganou um ser das trevas para trocar de lugar com ele, deixando Lilith presa num verdadeiro inferno: São Paulo. Ter uma alma não é nada fácil, ainda mais uma alma de segunda mão.”

Raquel Vitorelo estará junto com a Aline Zouvi na MESA A28. Levará também seus trabalhos anteriores, como o “Kit Gay’, o “Guia de Defesa Pessoal”, e o “TILT”, sobre sua experiência com enxaqueca crônica. O TILT estará, inclusive, com uma edição especial com uma cinta transparente com imagens de ressonância magnética!

“Quando você foi embora”, da Ana CardosoMESA D21

Artists’ Alley

“Quando você foi embora” é mais um trabalho de fôlego da autora mineira Ana Cardoso. Essa longa HQ parte da premissa da relação afetiva de um cão com seu dono. E o que acontece com o emocional de um animalzinho que é só “coração” quando seu dono não está mais lá? A protagonista Luzia se vê às voltas com essas questões quando acaba precisando cuidar de um cãozinho que acabou sozinho no mundo. Só que ela não pode parar o ritmo da vida dela por causa disso e acaba envolvida em uma série de dilemas. O resultado é uma HQ sensível e emocionante que tocará o coração de todos que já tiveram um bichinho de estimação.

“Impuros”, da Clara Rios (CGominha) – MESA A21

Artists’ Alley

Em “Impuros” os Vampiros sempre foram os maiores antagonistas dos Lobisomens, e até mesmo seus principais assassinos. Mas, o que fazer quando a Grande Guerra se aproxima e um deles lhe oferece uma fúnebre esperança?

“Pareidolia”, da Bruna Andrade MESA A21

Artists’ Alley

Em “Pareidolia” as manchas sempre foram eventos comuns na vida de Tomas, mas não de uma forma que o incomodasse. Porém, após um incidente que o faz recomeçar sua vida, as coisas saem de seu controle e se tornam um verdadeiro problema; e seu excêntrico salvador parece ser a única pessoa capaz de lhe ajudar.

“Mambembe”, da Ariane Rauber MESA C39-40

Artists’ Alley

Elise é uma menina que sofre alguns problemas com seus pais em casa. Em um de seus momentos de fuga, ouvindo música e caminhando pela cidade, ela encontra uma criatura diferente de qualquer animal que conhecia. Este encontro a levará a um circo de excluídos da sociedade, onde ela aprenderá a questionar sua relação com seus pais e a sociedade que vive.

Ariane estará na mesa C39-40, junto com a Cris Peter.

“Contemporâneas”, do coletivo Entre as SarjetasMESA B36

Artists’ Alley

Venha se emocionar com “Contemporâneas”, a mais nova publicação do Entre as Sarjetas, com duas fábulas modernas sobre amizade e esperança. Esperança como a espera por aquele que se ama mais do que a si mesmo… E esperança de que, mesmo nos dias mais sombrios, sempre haverá de existir uma luz para nos guiar.

“Dra. Invisibilis”, da Marina FráguasMESA B27

Artists’ Alley

“Dra. Invisibilis” é o segundo livro da coleção Invisibilis. É uma história em quadrinhos feita em aquarela, que conta sobre a jornada de uma bióloga durante sua mais importante descoberta científica: um novo e até então desconhecido reino, o dos Invisibilis. Como conta o primeiro livro, “Um Guia Ilustrado Invisibilis”, Invisibilis são criaturas invisíveis que habitam nosso mundo e afetam nosso dia a dia sem serem percebidos, causando fenômenos como o soluço e o cheiro da chuva.

“Bad Omen 3: Sanguinus”, da Alice GrossemanMESA A16

Artists’ Alley

“Bad Omen” é um quadrinho de ação e terror com uma grande influência de RPGs de mesa e da literatura de horror de autores como Poe e Lovecraft. A série retrata a existência de seres místicos clássicos como vampiros, lobisomens e espíritos, assim como seus gostos, medos, aspirações, desejos e conflitos. 

“Bad Omen 3: Sanguinus” retoma a cronologia inicial e continua logo após o primeiro volume do quadrinho. Todos os leitores perguntaram quando veríamos os dois protagonistas lutando juntos e a hora é agora, já que Barry e Kanayla precisam unir forças para derrotar um inimigo em comum. Enquanto a lobisomem reclusa se esconde na floresta para eliminar os “carniças” um por um, o caminhoneiro carismático se infiltra num perigoso bando de vampiros, o Sanguinus, conhecido por apreender mortais para vampiros influentes. Barry precisa se arriscar ao reencontrar com Yule, o líder do bando e velho conhecido, para buscar uma informação fundamental para ele e sua nova aliada.

“The Invisible Thread”, da Renata Rinaldi – MESA E07

Artists’ Alley

“The Invisible Thread” apresenta quatro histórias sobre os laços afetivos em diversas formas: um romance colegial, uma disputa entre crianças e seus brinquedos, uma aventura na fl­oresta e uma busca pessoal. Um fio invisível conecta todos que estão destinados a se encontrar.

“Coletânea de tirinhas Ada & Love”, da Kátia SchittineMESA G18

Artists’ Alley

Nesta revista você irá conhecer a Ada, uma adolescente apaixonada por gatos, e seu gatinho Love que misteriosamente sabe falar. São os primeiros momentos de interação dos personagens com uma leve dose de humor.

“Como eu realmente: Até depois do final feliz”, da Fernanda NiaMESA A15

Artists’ Alley

Uma coletânea com as melhores tirinhas contando a história de amor de Niazinha e Kevin Crush, desde os silêncios esquisitos até as declarações em forma de pizza e as piadas ruins que só o amor verdadeiro consegue aguentar.  

Fernanda Nia, autora do “Como eu realmente” e de “Mensageira da Sorte”, estará na mesa A15, ao lado da Kaol Porfírio.

“Meia dose de Cancan”, da Majane (Umas Potocas) – MESA A03

Artists’ Alley

Em “Meia dose de Cancan” é narrado um episódio da vida de Joselita, que, num momento de desilusão, depara-se com a subversiva dança francesa. Com espacates e saiões, Joselita encara seus problemas pessoais, desvencilhando-se de certas amarras.

“A Lenda de Grins”, da Bi Aguiart MESA H07

Artists’ Alley

Imagine se os maiores Deuses Brasileiros tivessem uma filha? Eles têm e ela gosta de sorvete! Grins é a filha única de Angra e Guaraci. Seus pais eram Divindades para as antigas tribos indígenas brasileiras. porém, com o passar do tempo, eles foram sendo esquecidos, e por conta disso adoeceram muito. A única maneira de salvá-los do esquecimento era se sua filha viajasse até aqueles tempos e se tornasse uma Lenda, assim como eles foram um dia! “A lenda de Grins” é uma aventura recheada de amor, inclusão e autoconhecimento. Com pinceladas da cultura e folclore brasileiro.

“O Guia da Flórida para Crianças Grandes”, da Bianca NazariMESA E40

Artists’ Alley

“O Guia da Flórida para Crianças Grandes” é um diário de viagem ilustrado que conta as experiências que a autora teve quando viajou para os Estados Unidos em julho/agosto de 2018. O diário tem historinhas autobiográficas engraçadas passadas na viagem, aspectos culturais dos americanos, muito sobre a comida de lá e outras informações e dicas sobre a Flórida e a Disney.

“Higor Sonhos”, da Suzanne CascardiMESA E42

Artists’ Alley

Higor um jovem tímido e mal humorado muito preocupado em manter sua rotina perfeita, do trabalho para a casa da casa para o trabalho com algumas paradas na piscina e no café ali por perto. Até que de maneira inesperada ele passa a ver novamente Deny seu Amigo imaginário. E além de ver Deny ele também passa a ver um universo inteiro de Amigos Imaginários pois todo mundo nasce com um Amigo Imaginário, mas nem todos podem vê los. Cada página desta HQ traz uma aventura e apresenta conceitos sobre o universo dos Amigos Imaginários e como estes mudam a nossa realidade. Fazendo refletir sobre diversas questões da vida em uma jornada de autoconhecimento e a busca por equilíbrio.

“Underground”, da IndieVisivel PressMESA E04

Artists’ Alley

Will acaba de sair de um relacionamento de anos que já tinha data para chegar ao altar e não faz ideia de como lidar com isso. Michel, seu melhor amigo, passa por dificuldades em um namoro-não-namoro que parece levar os envolvidos a lugar nenhum. 

Num apartamento próximo, Dee preenche a própria vida com trabalho enquanto tenta mediar a complicada relação entre seus melhores amigos. Chrissy, sua irmã de coração, precisa definir suas prioridades, mesmo que isso não seja agradável. 

Em qualquer cidade grande, pessoas se cruzam todos os dias de maneira automática, sem se dar conta dos dramas de cada um. Em Londres, porém, sempre dá pra acrescentar um pouco mais de chuva e algumas cervejas.  

“Maré Alta”, da Flávia Borges (Breeze Spacegirls) – MESA E17

Artists’ Alley

Horas antes de partir para uma viagem com Manu, Carol irá ter que mergulhar em um processo de autoconhecimento e aceitação, lidando com seus sentimentos e ansiedade.

“Astro”, da Bianca MólMESA A19

Artists’ Alley

Astro é um astronauta que há muitos anos se perdeu no espaço. Se perdeu por não saber onde estava e por não saber mais quem era. Depois de um inusitado acontecimento, volta para a Terra, onde cai desastradamente no quintal de Nina, uma garota pra lá de curiosa com cabelos encaracolados. Juntos, eles (re)descobrem o mundo e (re)lembram, enfim, o que torna humanos… Humanos.

“Gibi de Menininha” e “As Empoderadas”, da Germana Viana – MESA G15

Artists’ Alley

13 quadrinistas, 6 historietas e uma capa de f <3 der! – Organizado e editado por Germana Viana, “Gibi de Menininha” começou como uma piada e terminou virando uma ótima desculpa para reunir amigas numa coletânea de terror… com doses de erotismo–tch… que erotismo o quê… é de putaria mesmo.

Autor(es) da coletânea: Germana Viana, Roberta Cirne, Camila Suzuki, Mari Santtos, Clarice França, Katia Schittine, Fabiana Signorini, Milena Azevedo, Carol Pimentel, Ana Recalde, Talessa K, capa de Camila Torrano.

Artists’ Alley

Uma mãe de família, uma jovem nerd e uma quarentona baladeira. O que une essa amizade improvável? Superpoderes! Escrito e desenhado por Germana Viana, “As Empoderadas” foi lançado originalmente na Social Comics e premiado na categoria Melhor Web Quadrinhos de 2017 pelo HQMIX e agora, é lançado em sua versão impressa.

Germana Viana também participa de outros lançamentos que ocorrerão nesta CCXP, são eles: “Orixás – Renascimento“, do Alex Mir (mesa F30) e “Reino Vazio“, do Claudio Alves (mesa A27).

“Polaroid”, da Aline ZouviMESA A28

Artists’ Alley

“Polaroid” narra a viagem de um casal de mulheres para Dublin, na Irlanda. A narrativa é construída a partir das fotos que elas tiram e suas impressões sobre a cidade e sobre si mesmas. Esta sequência foi elaborada ao longo do inktober de 2018.

“Vidas Imperfeitas: Edição Especial de 10 anos”, da Mary CagninMESA E08-09

Artists’ Alley

Vidas Imperfeitas” foi publicado pela primeira vez em 2008, em formato de páginas rascunhadas no DeviantArt, para no ano seguinte, ser lançada de forma independente em formato fanzine em 6 edições. Em 2012, foi lançada pela editora HQM. E agora, 10 anos depois, foi lançada a edição especial, um compilado com todos os capítulos originais, capítulos extras e também páginas inéditas que foram produzidas especialmente para esta edição.

Juno Omura não é uma garota como outra qualquer. Todos a conhecem por ser violenta, impaciente e impulsiva, o que afasta as pessoas dela. Entretanto, existe muito mais dentro dela do que se pode imaginar, cabendo apenas a Daniel descobrir os motivos de sua atitude e seu tenebroso passado. Uma história sobre amor, amizade, família e liberdade.

“Lollipop 2”, da Virginia FroesMESA D22

Artists’ Alley

Jonas é um jovem determinado, que ganha a vida vendendo balas em transportes públicos de Belo Horizonte. Diante dos preconceitos sociais, ele vê sua vida tomar um novo rumo no dia em que ele conhece a misteriosa Abgail.

“The Witch Who Loved 2 – The origens”, da Ju LoyolaMESA G16

Artists’ Alley

A personagem bruxa Annabelle conhece o amor da sua vida, um guerreiro de armadura. Esse guerreiro se encanta com a beleza de Annabelle, uma mulher de cabelos longos, de cor preto azulado, pele de porcelana. O espirito da conquista toca o rapaz deixando inquieto e apaixonado. Annabelle será uma bruxa ou uma fada? Encontro de amor e lutas por um amor proibido. O quadrinho possui uma narrativa visual, sem texto e tem ambientação medieval, numa mistura de fantasia, terror e romance.

“Só Ana”, da Renata NolascoMESA B26

Artists’ Alley

Quando se muda para uma cidade nova, Ana está preparada para um recomeço completo. Um novo apartamento, planos para o futuro e uma namorada tão incrível que nem parece gente e só podia se chamar Deusa. Mas uma promessa antiga faz com que Ana encontre brechas em seu plano de viver como uma garota humana. Após um incêndio suspeito, o recomeço de Ana é interrompido pela intervenção de seu passado. Dividida entre partes de sua vida que não podem se chocar, Ana luta para encontrar sua identidade e entender o significado de ajuda em uma cidade que a odeia.

“Magia-zine”, da Rayanne VieiraMESA G20

Artists’ Alley

“Mina e Elvira” foi lançado no Festival Internacional de Quadrinhos, em Belo Horizonte. A HQ conta a história de duas bruxas que estão tentando arrumar emprego. Organizou também a Antologia “Grimório”, uma coletânea com 22 histórias em quadrinhos curtas, com a temática de bruxas, cada uma por um artista diferente. Ambas publicações serão levadas pela primeira vez para a CCXP, junto com o lançamento “Magia-zine”, uma zine com ilustrações feitas entre 2016 e 2018.

“Frankenstein 200”, Gio GuimarãesMESA C33

Frankenstein 200” é uma coletânea de 12 artistas (6 roteiristas e 6 desenhistas) homenageando os 200 anos da publicação da obra-prima de Mary Shelley! A Gio Guimarães fez a história “A Noiva de Mary Shelley”, toda pintada em aquarela, seguindo o estilo do seu quadrinho lançado no ano passado na CCXP “A Música de Erich Zann” (que também estará disponível para compra no evento), com roteiro baseado na vida de Mary Shelley, do Hector Lima.

A coletânea tem outras mulheres participantes também e terá o lançamento na CCXP depois de uma campanha bem sucedida no Catarse. “Frankenstein 200” estará disponível na mesa F31 com Alex e Jorge, os organizadores. Giovanna também levará posters de artes novas feitas especialmente para a CCXP!

“Cinco Vermelhos”, da Talessak – MESA B02

Artists’ Alley

A história de “Cinco Vermelhos” se passa no Período Edo do Japão, numa época em que os samurais ainda dominavam. Começa numa fatídica noite de inverno em que uma família é brutalmente executada por um ronin, apenas a filha caçula sobrevive e é deixada à própria sorte.

“Crianças”, da Verônica Saiki MESA A03

Artists’ Alley

Quantas coisas crianças podem fazer, usando nada mais, nada menos, do que a simplicidade… Viva o simples! “Crianças”, da Verônica Saiki, será lançado nesta CCXP.

“Mercenário$ 03”, “Mercenário$ Pocket 03”, “Memento Mori 02” e “Pequenas Crônicas Diárias 03, da Fran BriggsMESA G13

Artists’ Alley

Aventura em fantasia medieval que conta a história de um trio de (anti)heróis que por uma boa quantia em dinheiro aceita vender a própria mãe. O elfo Domenik Windslasher, que de orelhudo bom moço clássico não tem nada, a pistoleira Savanna que esconde seu passado com a ajuda de seu trabuco e Max, um ladino tão bom que rouba doce de criança sem sentir peso na consciência. Em meio as suas (des)aventuras pessoais, a trama se desenrola mostrando como cada personagem influenciará todo o mundo a volta dele, ainda que nenhum faça questão de ajudar ninguém além si mesmo.

Artists’ Alley

“Mercenário$ Pocket Volume 03” é uma coletânea de tirinhas satirizando os personagens da serie Mercenário$, numa espécie de Manual Prático de Como se Tornar um Mercenário.

Artists’ Alley

“Memento Mori” é uma loja de produtos naturais onde sua jovem dona, Sofiya, passa a maior parte de seu tempo atendendo clientes e indicando chás para cuidar de algum eventual mal estar comum na vida de qualquer um. No entanto, nem sempre a misteriosa dona da Memento Mori consegue resolver os problemas das pessoas a sua volta com chás ou ervas. No meio de uma viagem pela Espanha, a fim de coletar objetos históricos, Sofiya e Dmitriy, o jovem roqueiro em turnê com sua banda pelo país, se deparam com uma criatura saída de cantigas de ninar, mas que se torna tão real quando suas inocentes vítimas. Agora, depende de Sofiya e Dmitriy descobrir o que está por trás de uma antiga lenda que há muito assombra pesadelos infantis.

Artists’ Alley

“Pequenas Crônicas Diárias Volume 03” é uma coletânea de tirinhas satirizando situações ordinárias do nosso dia a dia.

C36 – Viviane Cavalcante

Artists’ Alley

Viviane Cavalcante é colorista no SPOK Studio e trabalhou junto com Marcelo Castro e André Farias em “The End”.

Em “The End” Vovô desaparece e deixa para Liv a missão de resgatar os últimos exemplares de cada objeto e criatura na Terra, abrigando-os no sótão de seu antigo sobrado. Junto com seus protegidos, ela deve se aventurar e salvar o mundo como conhecemos.

Autora:

289 textos

Fundadora e editora-chefe do Delirium Nerd. Revisora. Apaixonada por gatos, café, cinema do oriente médio, quadrinhos e animações japonesas. Ouve muito Harry Styles e cantoras melancólicas.
Todos os textos
Follow Me :