Demon Slayer: segunda temporada e expectativas para o futuro do anime

Demon Slayer: segunda temporada e expectativas para o futuro do anime

Demon Slayer, o anime adaptado do mangá de mesmo nome, retorna após ter sido o mangá mais vendido no Japão em 2019 e 2020 e o segundo mais vendido de 2021, de acordo com o site japonês Oricon. Além disso, Demon Slayer – Mugen Train: O Filme, também bateu recorde de vendas no Japão e foi o filme de animação mais vendido em Blu-Ray em 2021, também segundo o Oricon.

Conhecido pela animação belíssima, o anime retornou em dezembro de 2021, retratando o arco do distrito da luz vermelha, que dá continuidade direta ao filme. Este arco lida com as consequências dos acontecimentos no trem infinito e nos apresenta o poder das Luas Superiores e sua relação com Muzan Kibutsuji. Além disso, é implícito que Muzan mantém seu real objetivo oculto. Por mais que tenha ordenado que seus demônios exterminem os caçadores de demônios, é nítido que há uma preocupação maior.

Além do amadurecimento de Tanjiro e a dificuldade em lidar com o luto, o protagonista deve buscar informações sobre a Respiração do Sol e sua ligação com a Dança do Deus do Fogo. Enquanto auxilia o Pilar do Som, Tengen Uzui, a solucionar um mistério no distrito da luxúria.

A segunda temporada de Demon Slayer com spoilers

Segunda temporada de Demon Slayer com spoilers
Tanjiro em cena de Demon Slayer | reprodução

Por mais que o desenvolvimento da trama principal seja gradativo, o arco de Demon Slayer se desenvolve de forma rápida e direta. O primeiro episódio teve a duração de quarenta minutos, a primeira parte foi feita de forma que pudéssemos lidar com a morte de Rengoku Kyojuro. Enquanto o restante do episódio tem foco na recuperação e treinamento dos personagens para então serem apresentados ao novo arco.

Resumidamente, quando Tanjiro retorna da casa da família Rengoku, encontra Tengen na mansão das borboletas e oferece que Tengen o leve junto de Inosuke e Zenitsu para sua missão, já que era perigosa. Tengen então os leva para um distrito de bordéis, onde suas três esposas estavam escondidas e investigavam a presença da Sexta Lua Superior.

O pilar do Som é mostrado como um personagem que gosta de chamar atenção e não se importa muito com os outros. Mas ao longo dos episódios além de se preocupar muito com suas esposas, também sofre com a perda de Rengoku.

Publicidade
Leia também >> Por que Nezuko não tem voz?
CRÍTICA | Demon Slayer: segunda temporada
Tengen em cena de Demon Slayer | reprodução

O que mostra que a morte de um personagem tão forte e querido, tenha ressoado profundamente em todos os personagens e os feito perceber que está cada vez mais difícil combater Muzan Kibutsuji e seus demônios. E transmite a sensação de que a batalha final está se aproximando e não será uma vitória fácil.

Também temos um vislumbre dos poderes de Nezuko durante a batalha contra Daki, mas Tanjiro teme que a irmã sucumba totalmente ao seu lado “demoníaco” e se transforme completamente se permanecer naquela forma durante muito tempo.

Talvez em algum futuro próximo tenhamos o retorno de Tamayo e Yushiro com novidades em seus estudos sobre transformar demônios de volta em seres humanos. Ou o que seria incrível, talvez Nezuko pudesse ser a “arma secreta” na batalha contra Muzan.

Expectativas para o futuro de Demon Slayer

Por mais que a trilha sonora e as lutas de tirar o fôlego sejam grandes atrativos em Demon Slayer, o grande trunfo da história está na forma gradativa com que Tanjiro e seus amigos progridem em sua jornada com esforços, perdas e vitórias agridoces.

O sucesso não vem sem um preço às vezes quase alto demais para se pagar, e frequentemente Tanjiro percebe e reconhece suas limitações. Aliado a isso, os mistérios principais que envolvem a história se desenrolam de forma quase subjetiva. Como a Dança do Deus do Fogo, que se estende ao longo das temporadas, mas frequentemente alguma informação nova é acrescentada.

CRÍTICA | Demon Slayer: segunda temporada
Tanjiro e Nezuko em Demon Slayer | reprodução

Os fatos tornam a trama do anime mais realista, transmitindo a sensação de melhor compreensão do todo conforme a narrativa avança. Portanto, ainda que a história de Demon Slayer tenha vários personagens, tramas paralelas e detalhes que compõe aquele universo, o quebra-cabeças é montado aos poucos.

Essa que pode ser a premissa de muitas outras obras do mesmo gênero. Mas Koyoharu Gotouge pegou todos os clichês e narrativas que já vimos em várias outras obras e os inseriu dentro de um universo novo, com um grande apelo familiar na relação entre Tanjiro e Nezuko e plot twists envolvendo a família Kamado e Muzan.

Publicidade
Leia também >> 10 mulheres mangakás para iniciar no universo dos quadrinhos japoneses

O que nos deixa ainda mais empolgadas para futuras temporadas, porque por mais que Demon Slayer seja relativamente curto, Koyoharu Gotouge, a criadora do mangá, soube contar a história de forma que as informações fossem dadas ao longo do caminho. Em seguida, quando chega o momento necessário, as peças do quebra-cabeças são adicionadas e a história se fecha e se completa dentro do que é proposto de uma forma que com certeza faz o público ser surpreendido.

Porém, talvez por ter um ritmo narrativo rápido, o mangá de Demon Slayer foi encerrado deixando algumas coisas sem explicação. E por mais que o anime siga fielmente o mangá, é esperado que alguns poderes e personagens sejam melhor aprofundados na animação.

Demon Slayer está apenas ascendendo com suas lutas de tirar o fôlego, animação belíssima e trilha sonora igualmente incrível. A sensação que temos é que o clima de urgência e necessidade inserido durante o filme acompanha os personagens como uma sombra.

Esta é uma obra que, como qualquer outra, possui falhas e pontos positivos. Mas é inegável que o anime nos proporciona um grande espetáculo visual com uma história envolvente e personagens cativantes.

Autora:

Escritora que nunca terminou seu livro, estudo narrativa e sou apaixonada por distopias. Também adoro animes, cultura japonesa e joguinhos indies... também sou arquiteta e urbanista quando sobra tempo.
Todos os textos
Follow Me :