Demon Slayer: por que Nezuko não tem voz?

Demon Slayer: por que Nezuko não tem voz?

Compartilhe

A série Demon Slayer (Kimetsu no Yaiba no original) foi lançada em 2019 e chegou ao Brasil pelo serviço de streaming Netflix neste ano de 2021. A série é baseada no mangá japonês de mesmo nome, escrito e ilustrado por Koyoharu Gotoge. Tanto o mangá quanto a série fizeram enorme sucesso e tornaram os personagens de Demon Slayer – merecidamente – queridos pelo público.

Eu comecei a ver Demon Slayer sem saber o que esperar e me apaixonei perdidamente por essa série. Isso não me faz, no entanto, deixar de apontar um incômodo que tive com relação à representação de Nezuko. Não me apedrejem, isso em nada retira minha forte recomendação para todos assistirem Demon Slayer, mas vou explicar melhor esse caroço que foi me incomodando, apesar da minha admiração pela série.

A história de Demon Slayer

Demon Slayer é ambientada no Japão durante o Período Taishō (1912-1926) e conta como personagem principal Tanjirō Kamado, um vendedor de carvão que vive com sua mãe e seus irmãos em uma pacata cabana em cima de uma montanha gélida.

Certo dia, após voltar de um dia de trabalho, Tanjirō descobre que sua família foi atacada por onis (demônios) e que a única sobrevivente foi uma de suas irmãs, Nezuko. No entanto, Tanjirō logo percebe que sua irmã não é a mesma. Ela o ataca e tenta o morder. Nezuko virou uma oni. 

Nezuko em Demon Slayer
Nezuko representada em posição de combate. Nesses casos, ela assume uma forma mais “demoníaca” | Imagem: reprodução/Netflix

Onis são demônios, seres com força fora do comum e capacidade de regeneração. Eles comem humanos, utilizam de magia de sangue para aumentar seus poderes e seu principal ponto fraco é a luz do sol. 

Após descobrir da existência de onis, Tanjiro se torna um caçador desses demônios – daí o nome “demon slayer” (matador de demônio, em tradução livre) – e sai em busca de uma cura para Nezuko. A principal característica de Tanjiro é a bondade e a lealdade. Esse é um personagem refrescante de se assistir e poderia ficar horas falando sobre como é poderosa a mensagem que ele passa, mas, por hora, voltemos para Nezuko.

Uma análise feminista de Demon Slayer

Nezuko é uma oni e, no entanto, é diferente de todos outros onis. Apesar do primeiro instinto de atacar seu irmão, ela passa a o proteger. Ela também protege não só ele, mas outros humanos, o que a torna a primeira oni a ser uma aliada na luta contra outros demônios na medida em que acompanha seu irmão em sua jornada de caçador.

Apesar de aliada, ela ainda é uma oni. Isso explica o artefato que tapa a sua boca: serve para impedir que ela morda alguém. É algo bastante simbólico porque impede que Nezuko também fale. “É necessário”, alguém pode dizer. Mas… não é só isso. 

Primeiro, eu realmente não entendo como um bambu não pode ser facilmente destruído por uma oni que tem uma força descomunal, caso ela realmente quisesse. E se ela realmente não quer, qual seria o propósito de mantê-lo? Ela conseguiria se controlar mesmo sem ele.

Nezuko
Nezuko, desta vez representada de forma doce e amigável | Imagem: reprodução/Netflix

Muito mais do que um objeto de utilidade, essa mordaça cumpre um papel muito simbólico: despir Nezuko de sua voz.

A invisibilidade, bem mascarada, de Nezuko em Demon Slayer

Na série, sabemos as perspectivas dos personagens de diversas formas. A principal é, claro, através do diálogo que são travados, mas além disso temos acesso privilegiado também aos seus pensamentos.

Quando luta, Tanjiro não apenas fala, ele também pensa em cada movimento que vai dar e calcula sua estratégia e podemos acompanhar as decisões que ele toma e porquê. Da mesma forma, também sabemos o que outros personagens pensam, o que os motiva e suas reações, não apenas pelo que é visível em suas expressões, pelo que falam, mas também pelo que pensam.

Vale dizer que isso ocorre até mesmo em relação aos onis: cada um tem uma história e uma motivação. Isso é mostrado na série através de suas falas e pensamentos.

Oni em Demon Slayer
Uma oni na série que controla pessoas por teias de aranha, mas ela mesma é controlada pelos homens da sua família | Imagem: reprodução/Netflix

Os pensamentos como forte elemento da narrativa em Demon Slayer

Essa é uma parte relevante de Demon Slayer e um dos motivos que tornam essa série incrível. A história é extremamente eficaz em transmitir empatia, até mesmo com seus vilões, seres perturbados e amaldiçoados. Nezuko, no entanto, não. Ela é um mistério completo.

A boca é restrita por um pedaço de madeira, o que a impede de falar, mas ainda assim não sabemos o que ela pensa, não sabemos o que ela acha. Ela não tem voz em qualquer sentido.

Acredito que parte da escolha para isso é o fato de que ela cumpre um papel tão relevante na série – no sentido de ser uma oni tão especial – que a própria descoberta do que ela é capaz serve para manter o clima de mistério. Se for esse o caso, ainda assim não me convence.

Ela é uma oni nova e seus pensamentos poderiam aparecer também surpresos com o que é capaz e revelando esse processo de descoberta. Ora, eu acharia até mesmo mais interessante que fosse assim, que ela mostrasse o que sentisse, pensasse e o que a move.

Mas com relação à Nezuko, a maior parte de sua perspectiva é construída pelo olhar do outro e é uma pena saber que essa série incrível poderia ser mais incrível ainda.


Revisão por Gabriela Prado.


Compartilhe

Written by:

317 Posts

Produtora de Conteúdo na Não Me Kahlo e designer em formação. Se quiser, me acompanhe pelo @brunastica no Instagram. Mas também, porque você iria querer?
View All Posts
Follow Me :