[QUADRINHOS] Deuses Americanos – Sombras: O início do embate entre os novos e velhos deuses

[QUADRINHOS] Deuses Americanos – Sombras: O início do embate entre os novos e velhos deuses

Compartilhe

A super obra Deuses Americanos, escrita pelo britânico Neil Gaiman (Sandman e Coraline), ganhou uma série em 2017, produzida por Bryan Fuller e Michael Green. Neste ano, chega ao Brasil pela Editora Intrínseca, em formato de graphic novel, o primeiro volume da trilogia que acompanha Shadow, um homem cético e recém saído da prisão que vê o seu destino mudar drasticamente ao cruzar com o misterioso Sr. Wednesday. Na trama, a ancestralidade mitológica pulsa e encontra-se mais perto dos seres humanos do que parece.

Shadow Moon levava uma vida tranquila ao lado da esposa, Laura Moon, até se envolver em um crime à mando dela e acabar sendo preso. Na cadeia, tenta ao máximo seguir as regras e, com isso, diminui sua pena para três anos. Às vésperas da tão sonhada saída da prisão, o protagonista recebe uma horrível notícia: a esposa havia morrido em um acidente de carro. Sem perspectivas, Shadow só quer ter a oportunidade de se despedir da amada, mas no caminho para casa conhece o Sr. Wednesday, um homem muito misterioso que parece conhecer Shadow mais do que ele próprio.

Apesar da estranheza dos últimos acontecimentos e da visível desconfiança que nutre por Wednesday, Shadow não exita muito ao aceitar o emprego de motorista que o homem o oferece; e é nesta viagem repentina pelo território dos Estados Unidos que Shadow se dá conta dos mistérios milenares que o mundo esconde bem embaixo de seu nariz.

Neil Gaiman escreve com maestria sobre a antropomorfização dos deuses milenares e sobre suas queixas e temores quanto ao eminente desaparecimento; ao passo que novos deuses surgem e ganham força, como o Deus da Tecnologia, o Deus do Cartão de Crédito e a própria Mídia, as entidades milenares vão aos poucos perdendo forças e caindo no esquecimento da humanidade. Desta forma, o autor disseca e crítica o perfil consumista dos norte-americanos, através de diálogos e cenas marcantes, como quando Shadow conversa com a personificação da Mídia e ela conta que as pessoas sacrificam a si próprias e umas às outras em busca de algumas horas de prazer em frente à televisão.

Leia também:
>> [LIVRO] Diana Wynne Jones e seus universos fantásticos
>> [QUADRINHOS] Morte – Edição Definitiva: 5 motivos para ler o encadernado antes que ela venha lhe buscar
>> [QUADRINHOS] Beasts of Burden: 5 motivos para ler e enfrentar os mistérios do além-túmulo em ótima companhia

Em Deuses Americanos: Sombras, primeiro volume da versão em quadrinhos da obra em prosa de Gaiman, somos introduzidas a este mundo fantástico que, apesar de assustador, é convidativo e narra episódios metafóricos que, na realidade, fazem parte do cotidiano de muitas pessoas. O autor fez um resgate histórico minucioso para intercalar a fantasia característica de suas narrativas à construção da história de colonização do território estadunidense. É notório como os mitos e as religiões foram peças importantes na construção de diversos povos e como os ecos de uma ancestralidade sobrenatural ainda pairam até os dias atuais (mesmo camuflados por ritos de passagem costumeiros).

Os ilustradores P. Craig Russel e Scott Hampton adaptam fielmente os primeiros nove capítulos do livro, em quadros que impressionam pelas cores e fidelidade às personagens e ao enredo. Assim como a série de TV, a representatividade feminina e diversidade étnica são respeitadas e celebradas e a leitora consegue se deliciar ao acompanhar tanto a trama central de Shadow quanto os capítulos paralelos, em que vemos os deuses e criaturas antigas sendo trazidos de diversas partes do mundo para a América. O quadrinho ainda conta com muitos extras, como ilustrações alternativas feitas por Becky Cloonan, David Mack, Dave McKean e Fábio Moon, e também esboços de algumas partes da história.

Leia também:
>> [LITERATURA] 11 livros assustadores para começar a ler!
>> [LIVRO] “Lugar Nenhum” –  O mundo invertido de Neil Gaiman
>> [NOTÍCIA] Sandman retornará com 4 novos títulos e terá arte da brasileira Bilquis Evely!

Deuses Americanos é uma obra cuja magnitude paira pelo ar até mesmo após o virar da última página: uma grande epopeia acerca de autoconhecimento e desbravamento de diversos mundos.

Leia também:
>> [SÉRIES] American Gods: 10 motivos para mergulhar na diversidade da série
>> [LIVROS] Mitologia Nórdica: A importância da memória viva dos mitos
>> [LIVROS] A Bela e a Adormecida: A importância de meninas fortes na literatura infantil e infantojuvenil

Deuses Americanos: Sombras (volume 1)

Neil Gaiman

264 páginas

Editora Intrínseca

Se interessou pelo quadrinho? COMPRE AQUI!

O Delirium Nerd é integrante do programa de associados da Amazon. Comprando através desse link, você ainda ajuda a manter o site no ar, além de ganhar nossa eterna gratidão por apoiar o nosso trabalho! 


Compartilhe

Autora

86 Posts

É estudante de Letras e fã incondicional de Neil Gaiman – e, parafraseando o que o próprio autor escreveu em O Oceano no Fim do Caminho, “vive nos livros mais do que em qualquer outro lugar”.
Veja todos os textos
Follow Me :