[QUADRINHOS] Motor Crush: Poder Feminino e diversidade sobre duas rodas!

[QUADRINHOS] Motor Crush: Poder Feminino e diversidade sobre duas rodas!

Compartilhe

A cada novo lançamento de quadrinhos, nos convencemos que – apesar de declarações contrárias – a diversidade na indústria, pelo menos entre os personagens, está aumentando cada vez mais. Com exemplos como Kamala Khan, como Miss Marvel, e Miles Morales, como Homem-Aranha, sendo, talvez, os exemplares mais marcantes de tal aspecto, o novo quadrinho Motor Crush se une a esse nicho de representatividade.

Motor Crush é o novo trabalho dos ilustradores Babs Tarr (Batgirl, 2015 e 2016) e Cameron Stewart (Batgirl, 2015 e Assassin’s Creed, 2012 e 2014) e do autor Brenden Fletcher (Batgirl, 2015 e 2016; Gotham Academy), que traz a história de Domino Swift, uma motoqueira que compete por fama e fortuna em uma liga mundial de corrida de motos, durante o dia e, de noite, luta contra gangues rivais em guerras brutais de motocicleta para ganhar um raro e valioso contrabando: um “narcótico mecânico” catalisador de motor conhecido como “Crush”

Motor Crush
Brenden Fletcher, Babs Tarr e Cameron Stewart

Considerando que o primeiro volume do quadrinho foi lançado em 20 de junho desse ano, não é exatamente uma surpresa que ele ainda não seja tão (re)conhecido no cenário de quadrinhos internacional, principalmente o brasileiro, mas sim, uma pena que não o seja.

Leia Também:
[NOTÍCIAS] Karen Berger: Fundadora da Vertigo comenta sobre o seu novo selo de quadrinhos
[QUADRINHOS] Reportagens: A verdade no jornalismo em quadrinhos de Joe Sacco e por que não acreditamos em jornalismo imparcial
[ENTREVISTA] Minna Miná: Arte, autenticidade e fantasia

Se essa premissa de um mix de sci-fi, ação, girl power e motos não é o bastante pra conquistar muitos leitores, incluindo nós mesmas, em meio a diversos títulos de semelhantes, o fato de a protagonista ser uma mulher negra – e talvez lésbica – com certeza aumenta não só o público alvo do quadrinho, mas também a variedade de personagens típicos de histórias desse nicho.

Motor Crush

Não sabemos muito dessa nova aposta da editora Image Comics, a mesma de Paper Girls, salvo o fato que parece ser um grande passo para os quadrinhos diversos, junto com Saga, por apresentar uma protagonista negra em uma história em que – aparentemente – não se trata da sexualidade “natural e exótica” da personagem.

Motor Crush
“Sério, gente? Vocês realmente duvidaram?”

Esperamos que uma editora brasileira logo se disponha a fazer a tradução do quadrinho e trazê-lo para nossas terras tupiniquins, mas, até lá, podemos adquirir o “Motor Crush Volume 1″, em inglês, pela Amazon.

Motor Crush

Qualquer que seja a língua em que a história está escrita, é certo que é mais um passo para a conquista de diversidade e representatividade na indústria de tais grupos minoritários.


Motor CrushMotor Crush vol. 1

Babs Tarr (Ilustradora), Cameron Stewart (Ilustrador), Brenden Fletcher (Autor)

Image Comics

136 páginas

COMPRE AQUI

 


Compartilhe

Written by:

102 Posts

View All Posts
Follow Me :