Akatsuki no Yona: a princesa que arde com as chamas do amanhecer

Akatsuki no Yona: a princesa que arde com as chamas do amanhecer

Imagine viver em um luxuoso palácio em tempos de paz, cercada de felicidade, roupas e acessórios lindos, onde o menino que você gosta é gentil e é quase certo um casamento entre vocês, além do seu melhor amigo estar sempre por perto cuidando de você. No entanto, de repente, tudo vira de cabeça para baixo por um golpe de Estado. É assim que as aventuras de Akatsuki no Yona, um shoujo épico baseado na cultura coreana, se inicia.

Mergulhe no épico!

Akatsuki no Yona
Protagonistas (esq. para dir.): Hak, Jae-Ha, Ki-Ja, Yun, Yona, Shin-Ah e Zeno

A história é escrita e ilustrada pela mangaká Mizuho Kusanagi e publicada na revista Hana to Yume (Skip Beat, Angel Sanctuary, Fruits Basket) desde 2009, contando até o momento com 22 volumes. O anime de 24 episódios e 3 OVAs foi feito entre 2014 e 2015 pela Pierrot (o mesmo estúdio de Naruto e Yu Yu Hakusho).

A obra narra as aventuras de Yona, uma princesa que viu o pai ser assassinado pelo homem que ama em um golpe de Estado e precisa fugir. Para isso, conta com a ajuda de seu amigo de infância e um dos homens mais fortes do reino de Kouka, Son Hak. Para conseguir restaurar o reino e evitar as injustiças, Yona decide ir atrás dos 4 dragões lendários que serviram ao fundador do reino.

Akatsuki no Yona
Yona

Apesar de ser um harém reverso (uma garota e um monte de caras lindos a rodeando) e um típico shoujo com romances, pitadas de comédia e típicas situações de histórias “for girls”, a história se destaca ao vermos que Yona não é apenas uma mera princesinha mimada. Podemos ver a evolução de patricinha real em uma garota forte que se esforça a se tornar uma guerreira digna, sem deixar seu lado humano e frágil ou ser uma evolução forçada. Mesmo tendo homens fortes a seu dispor, Yona não quer depender da força deles e ser eternamente protegida, por isso se torna uma exímia arqueira.

Akatsuki no Yona
Não apenas Yona vai evoluindo com o passar dos capítulos, mas todos que lhe rodeiam também, Hak se torna menos rude (mas não menos forte), os dragões vão aos poucos superando seus fantasmas pessoais e Yun, um garoto com grande conhecimento medicinal e culinário (apelidado algumas vezes de forma de brincadeira como a “mamãe” do grupo) de tsundere e reservado para alguém mais ativo e corajoso.

Akatsuki no Yona
Hak, nos traços do mangá

Soo-won, o primeiro amor e o usurpador do trono, também demonstra não ser totalmente maligno, continuando a proteger Yona e Hak, a quem era muito amigo, de forma secreta. Não se sabe ao certo por que tomou a atitude ou se realmente amou em algum momento Yona. É um dos personagens mais misteriosos.

Akatsuki no Yona
Soo-won teria amor por Yona?

A evolução de Yona, apesar de lenta e até um pouco maçante, é acertada, mostrando cada etapa pelo qual a princesa passa até seu despertar como guerreira. Passando do choque, luto, negação ao desejo de aprender a lutar e sua primeira grande batalha onde finca uma de suas flechas no peito de um traficante de escravos.

Akatsuki no Yona
Soo-Won e Yona nos tempos de paz

As lembranças da noite onde o destino da garota muda são uma constante, mexendo com Yona e Hak profundamente e convertendo o trio de grandes amigos em um misto de ódio, rancor, vingança e a sensação de dever para com o reino que freia muito de seus atos. A rivalidade deles não é pelo coração da protagonista, como é o usual em mangás shoujo, mas puramente política e patriota – o que não diminui o carinho que ambos têm por Yona.

Akatsuki no Yona
De amigos a inimigos: Soo-won e Hak

Aliás, as personagens femininas do mangá não são fracas. Cada uma luta à sua maneira em sua área, mesmo que a obra não passe pelo teste de Bechdel. Possuem temperamento forte e são decididas, algumas até mesmo com habilidade de luta e das mais variadas camadas sociais e idades. Entre elas, Gi-Gang, a líder dos piratas, que foi chefe por muito de tempo de Jae-Ha e combate bandidos cruéis e Lili, filha do líder da Tribo da Água, e suas escudeiras, que agem no combate a uma droga perigosa (ela aparece até o momento apenas no mangá).

Akatsuki no Yona
Lili e Yona em apuros no mangá

Os Lendários Dragões

Akatsuki no Yona
A lenda em que acontece a história: Os 4 dragões e o rei fundador de Kouka, Hiryuu

A lenda de Kouka diz que o Dragão Vermelho, Hiryuu, desceu dos céus sob forma humana para se tornar rei. Seus irmãos, preocupados com Hiryuu, ofereceram seu sangue para quatro humanos que ganharam habilidades especiais: O Dragão Branco, com um braço de dragão e suas garras afiadas; o Dragão Verde, com uma perna de dragão que é extremamente forte e permite incríveis saltos; o Dragão Azul, com os olhos de dragão que tudo vê e paralisa o inimigo e o Dragão Amarelo, que confere imortalidade e a habilidade de ser o escudo do rei. Quando Hiryuu morreu, os dragões se espalharam e passaram o sangue aos seus herdeiros, com exceção do dragão amarelo, Zeno.

Akatsuki no Yona
Os quatro dragões originais

Atualmente os dragões são Ki-Ja (Branco), Jae-ha (Verde), Shin-Ah (Azul) e o primeiro dragão amarelo, ZenoÉ dito que eles são reunidos quando o reino de Kouka está em crise, e esta foi a orientação que Yona recebeu do sacerdote e tutor de Yun, Ik-Su. Os dragões acabam por reconhecer Yona como alguém que tem o sangue de Hiryuu, o que os torna leais a ela como que por feitiço (ainda que não sejam o melhor modelo de obediência, com exceção de Ki-Ja, que é puramente devoto a sua senhora). Aparentemente ela é a reencarnação do lendário rei, dividindo com ele os mesmos cabelos vermelhos revoltosos.

Apesar de, nas aberturas, Hak ser comumente tratado como um dragão “extra” de cor negra, ele não tem nada a ver com isso, pois é apenas um membro e ex-líder de sua tribo, a Tribo do Vento. Seu apelido, devido a sua ferocidade quando luta, é “Besta Trovão”.

Personagens de Akatsuki no Yona

Yona

Akatsuki no Yona
A princesa de Kouka. Vê seu pai ser assassinado pelo primo e primeiro amor, Soo-won, que usurpa o trono. Protagonista, vai evoluindo de princesa mimada a guerreira ao longo do mangá. Começa a desenvolver sentimentos por Hak, mas não consegue definir o que sente por Soo-won: raiva, ódio ou amor.

Son Hak

Akatsuki no Yona
Líder da Tribo do Vento, salva Yona da morte durante o golpe e acaba sendo o bode expiatório do assassinato do rei. É apaixonado por Yona, mas sempre desejou a felicidade dela ao lado de Soo-won. Guarda muito rancor do mesmo após os conflitos, mas vez ou outra o suporta nas situações que se esbarram devido as circunstâncias.

Soo-won

Akatsuki no Yona
Primo de Yona, teve o pai morto pelo tio anos antes e é o assassino do rei, tomando seu lugar. Cordial e aparentemente cabeça de vento, Soo-won é uma estrategista frio e calculista, tendo suas ações muito bem definidas. Demonstra ainda ter muito carinho por Yona, protege sua existência dos nobres e a deixa agir livremente. Não acreditava na lenda dos dragões até ver com seus próprios olhos.

Yun

Akatsuki no Yona
Garoto adotado pelo sacerdote Ik-Su, é muito inteligente, mas às vezes um tanto rude. É especialista em medicina natural e um ótimo cozinheiro.

Ki-Ja

Akatsuki no Yona
É o atual Dragão Branco. Leal a Yona, é um rapaz um tanto mimado, que nunca conheceu as dificuldades da vida. Vive em pé de guerra com Hak, que o chama de “cobra branca”. Demonstra também ter sentimentos pela princesa.

Jae-ha

Akatsuki no Yona
Era prisioneiro de sua própria vila, que via suas pernas como algo ruim, até o dia que conseguiu se libertar e fugir, tornando-se um pirata num grupo no melhor estilo Robin Hood. Acaba por ter seu destino cruzado com Yona no caso das mulheres escravizadas. Possui sentimentos pela princesa. É o Dragão Verde.

Shin-Ah

Akatsuki no Yona
Garoto órfão que esconde seus olhos poderosos sob máscara. Era odiado, como a maioria de seus antecessores, e isolado. Tímido, sem muito trato social e gentil, tem um esquilinho de estimação chamado Ao, nome de seu antigo tutor.  Ganha o nome de Shin-Ah por Yona. Antes era chamado apenas pelo título de Dragão Azul.

Zeno

Akatsuki no Yona
O único remanescente dos primeiros dragões, ele é imortal e tem a aparência eternamente jovem. Seu poder se ativa quando é gravemente ferido, ganhando força e agilidade, além de escamas cobrindo o corpo. No séculos em que viveu, chegou a ser casado com uma jovem doente.

Onde encontrar Akatsuki no Yona

Akatsuki no Yona
Yona, Soo-won e Hak

Até agora nenhuma editora anunciou o lançamento em terras brasileiras, mas é possível acompanhar as aventuras dessa princesa guerreira pelo scanlator Toshi wa Yume. Já o anime, é possível acompanhar legalmente através da plataforma de streaming Crunchyroll. Não deixe de conferir o mangá e o anime – E lembrando: ao terminar o anime e os OVA, busque o mangá para continuar a ver o futuro dos personagens!

Escrito por:

320 Textos

Site sobre cultura e entretenimento, que destaca o protagonismo feminino e analisa a representação feminina nas obras.
Todos os textos
Follow Me :