[LIVROS] Literatura Lésbica: 10 livros sobre lésbicas para conhecer

[LIVROS] Literatura Lésbica: 10 livros sobre lésbicas para conhecer

Compartilhe

Dia 29 de agosto comemoramos o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, mas, como o mês todo de agosto reforça-se a importância da visibilidade lésbica enquanto um ato político de resistência, e também um ato de resistência à afetividade entre mulheres, é sempre bom divulgarmos essa lesbianidade onde for.

A literatura, assim como o universo artístico, é um terreno fértil para o combate à lesbofobia, e também para a propagação de visibilidade à diversas mulheres lésbicas que possuem sua existência negada cotidianamente. Nesse intuito de visibilizar o amor entre mulheres resolvemos fazer uma lista indicando alguns livros com temática lésbica nesse mês tão especial.

  • O Poço da Solidão – Radclyffe Hall

Literatura Lésbica
(Reprodução)

Publicado em 1920 e liberado somente em 1948, O poço da solidão é conhecido como “a bíblia da lesbianidade”. O livro conta a história de Stephen Gordon, que nasceu em um corpo feminino mas identificava-se com o gênero masculino. Stephen apaixona-se e passa sua vida sendo identificado como um ser de terceiro sexo. Apesar de não tratar explicitamente sobre a questão da transsexualidade no livro, ao longo da narrativa compreendemos que Stephen é um homem trans. Mas bem, por que esse livro entra na lista então? Radclyffe Hall foi uma pioneira corajosa ao publicar seu livro e falar abertamente sobre direitos homossexuais, sobre lesbianidade e sobre papéis sociais de gênero. Assim como Virginia Woolf, Radclyffe abalou a literatura convencional e reivindicou para que seu livro fosse às bancas. Inclusive, O poço da solidão chegou a ser contrabandeado por anos devido à sua proibição! Resolvemos indicar o livro para ajudar a dar visibilidade para a literatura não-heteronormativa, e também para o primeiro livro considerado como “literatura lésbica”.

Onde comprar: Amazon
  • Orlando – Virginia Woolf

Literatura Lésbica
(Reprodução)

Considerado o seu livro de maior renome, Orlando conta a história de um personagem que de repente acorda em um corpo feminino e descobre-se com a característica de dotar a imortalidade. Ao enxergar-se enquanto mulher, tudo em sua vida se transforma. Lady Orlando percebe não mais possuir tantos privilégios e se depara com situações desde assédios, até privações sociais por sua condição feminina. Orlando foi publicado em 1928 e continua até os dias atuais como um dos principais romances que discutem abertamente sobre sexualidade e homoafetividade. Se quiser ler a resenha do livro, é só clicar aqui!

Onde comprar: Amazon
  • Eu sou uma lésbica – Cassandra Rios

Literatura Lésbica
(Reprodução)

Cassandra Rios é uma escritora brasileira que chegou a vender diversos livros na década de 70/80. Se você nunca ouviu falar nela, tudo bem, porque Cassandra publicou livros em uma época extremamente repressora (diga-se de passagem, ditadura militar) para mulheres, e mais ainda, para mulheres lésbicas! Sim, Cassandra era assumidamente lésbica. Eu sou uma lésbica foi publicado em 1980, em formato de folhetim, pela revista Status, e é considerado um dos melhores trabalhos da escritora. O livro é narrado em primeira pessoa por uma mulher lésbica, onde encontramos relatos da descoberta sexual até vivências pessoais da personagem devido à sua sexualidade.

ps: Como seus livros foram escritos na ditadura militar, acredita-se que nem todos os seus livros escritos chegaram a ser publicados.

  • Amora – Natalia Borges

Literatura Lésbica
(Reprodução)

Mais um livro brasileiro com temática lésbica pra listinha! Amora é um livro de contos com mulheres lésbicas protagonistas em todas as histórias. Além de falar sobre relação lésbica, o livro traz diversos estágios e momentos vivenciados por mulheres lésbicas, discutindo abertamente sobre lesbianidade. Amora também tem um brilho a mais, que dificilmente encontramos em livros na literatura LGBT. Temos quase um “padrão” de personagens: um, já possuía sua sexualidade bem definida; enquanto outra personagem, ainda iria ou estava se descobrindo. Em seu livro, Natalia consegue inserir personagens que estão se descobrindo, mas também mulheres lésbicas que passam pelo término de uma relação; e dentre tantos outros assuntos, mulheres lésbicas que estão vivenciando a velhice. Isto é, Amora abarca uma gama de momentos da vida. Natalia Borges ainda foi a ganhadora do Prêmio Jabuti de 2016 com seu livro.

Onde comprar: Amazon
  • Carol – Patricia Highsmith

Literatura Lésbica
(Reprodução)

Antes de mais nada, temos que dizer que Carol foi o primeiro livro que trata de uma relação lésbica com um final feliz. Então, pra quem já cansou de ver lésbicas morrendo em séries, filmes e livros, Carol não vai te decepcionar! O livro foi escrito nos anos 50, e possui sua história focada em Therese Belivet e Carol, duas desconhecidas que ao se encontrarem acabam se apaixonando. Carol retrata um cenário de grande preconceito, e ao mesmo tempo, de grande luta para apenas possuir o direito à afetividade entre mulheres. Em 2015, o diretor Todd Haynes (“Velvet Goldmine) lançou uma adaptação de Carol para o cinema.

Onde comprar: Amazon
Leia também:
>> [OPINIÃO] Queremos lésbicas felizes: Um olhar crítico sobre a representação de personagens lésbicas
>> [SÉRIES] Representatividade lésbica em Skins: Emily e Naomi
>> [QUADRINHO] O Enterro das Minhas Ex: A importância da representatividade lésbica
>> [CINEMA] “Estranha”: sobre maternidade e visibilidade lésbica
>> [LISTA] Literatura LGBT: 12 dicas de obras com temática LGBT
  • Fun Home – Alison Bechdel

Literatura Lésbica
(Reprodução)

É claro que na nossa listinha não podia faltar HQ’s com temática lésbica, né?! Fun Home é uma autobiografia da própria Alison, dando uma maior atenção na sua difícil relação com seu pai, que também é homossexual, porém não se assume. Além disso, o pai de Alison ainda era casado com a mãe, e mantinha relações extraconjugais com outros homens. Durante a leitura, percebemos que o embate produzido entre Alison e seu pai decorre, em grande parte, de ambos serem homossexuais. Ah, e para quem gosta de ler e conseguir captar referências literárias, pode ler Fun home sem medo!

Onde comprar: Amazon
  • Carta a uma Paixão Simples – Dara Bandeira

Literatura Lésbica
(Reprodução)

A jornalista brasileira Dara Bandeira lançou seu primeiro livro falando sobre o amor entre mulheres pelo olhar de uma mulher negra e lésbica. O livro abriga uma coleção de crônicas e correspondências, totalizando 21 textos, onde a autora retrata o amor sobre a perspectiva de romantismo, até a ótica do amor fugaz, que rapidamente surge e também se esvai. Dara conta que em seu livro quis dar visibilidade às mulheres que dificilmente são retratadas em algum meio, mulheres negras e lésbicas.

Onde comprar: Editora Multifoco
  • Toque de Veludo – Sarah Waters

Literatura Lésbica
(Reprodução)

Talvez Sarah Waters seja uma das escritoras mais conhecidas dessa lista. Sarah é uma autora britânica, conhecida mundialmente por escrever romances com a temática lésbica. Diversos livros seus foram adaptados para filmes e séries, o que contribui para que sua literatura fosse divulgada. Toque de veludo foi o primeiro romance escrito pela autora, e também o primeiro a virar série da BBC UK.

O livro se passa nos na Inglaterra no final do século XIX, e acompanha a história de Nancy, que se apaixona ao conhecer Kitty Butler, uma artista. Toque de veludo consegue explorar o amor em ascensão de duas mulheres, e também suas diversas dificuldades em estarem juntas, ainda mais na sociedade vitoriana. O livro também consegue falar sobre questão de gênero, sufrágio feminino, e claro, homossexualidade.

Onde comprar: Amazon
  • O Relógio das Flores – Drey Damasco e Sara Lecter

Literatura Lésbica

A autora Drey Damasco é conhecida na internet por escrever livros com a temática lésbica. E adivinha só com quem Drey escreveu O relógio das flores? Com a sua esposa, Sara Lecter! Em seu livro, as autoras apresentam uma história envolvente com cinco protagonistas lésbicas femininas. Conhecemos Lana, uma agente policial; Júlia, uma jornalista; Paloma e Renata, que vivem em um relacionamento lésbico há anos; e Clarissa, uma professora. Ah, Drey Damasco e Sara Lecter são autoras brasileiras, mais um motivo para ler o livro!

Onde comprar: Amazon
  • O Enterro das Minhas Ex – Anne Charlotte Gautier

Literatura Lésbica
(Reprodução)

Por último, mas não menos importante, vamos recomendar a graphic novel da escritora Gautier. Conhecemos Charlotte, uma menina que vai aos poucos descobrindo sua orientação sexual e questionando-se sobre tudo que existe. O Enterro das Minhas Ex traz em sua narrativa, através da protagonista, sua vivência com outras mulheres, desde de sua infância, até o início da vida adulta. Escrita e ilustrada de uma maneira sensível, a graphic novel trabalha temas ligados à lesbofobia e intolerância, onde facilmente conseguimos nos colocar no lugar da personagem e ter empatia. Se quiser conhecer mais sobre a graphic novel, é só clicar aqui!

Onde comprar: Amazon

E aí, gostaram das nossas indicações? Diz aqui qual livro com temática lésbica vocês recomendam pra gente também!


Compartilhe

Autora

27 Posts

Feminista e estudante de serviço social. Ama Star Wars e é viciada em gatos. Adora conversar sobre gênero e brinca de ser gamer nas horas vagas. Nunca superou o fim de The Smiths.
Veja todos os textos
Follow Me :