Carmen: a desmistificação de um dos grandes nomes da música brasileira

Carmen: a desmistificação de um dos grandes nomes da música brasileira

Compartilhe

Publicado em 2005 pela Companhia das LetrasCarmen: Uma Biografia tem escrita do jornalista Ruy Castro e é obra importante na quebra de tabus construídos em torno de uma das figuras mais importantes da história da música brasileira: a cantora e atriz Carmen Miranda. Através das páginas do livro, somos integradas ao cenário dos acontecimentos e obtemos detalhes minuciosos sobre a vida da cantora, que vai muito além de “O Que É Que a Baiana Tem“.

Carmen

Vencedora de dois Prêmio Jabuti, a biografia inicia abordando a formação familiar de Maria do Carmo Miranda da Cunha, nome completo da artista, ainda numa aldeia em Portugal. Segunda entre os irmãos, foi a última a nascer no país lusitano antes emigrarem para terras brasileiras, nas quais Carmen — apelido dado por seu tio — chegou com menos de um ano de idade.

A conhecemos, mas pouco sabemos sobre ela — Carmen é completa demais para limitá-la a estereótipos com os quais tivemos contato, muitos dos quais são quebrados ao longo da leitura. Fica o aviso desde já: tire da sua cabeça a imagem da dançarina com frutas na cabeça, pois aos poucos somos introduzidas à ascensão da carreira da “pequena brilhante”, passando também por seus problemas pessoais e seu sucesso nos Estados Unidos, onde foi chamada de “Brazilian Bombshell” por Hollywood e considerada ferramenta de aculturação pelo Brasil.

LEIA TAMBÉM:
>> [LEITURAS/LISTA] Melhores livros e quadrinhos lançados em 2017!
>> [LIVRO] Mulher de Barro: A cegueira decorrente do sistema
>> [MÚSICA] 4 Mulheres que Marcaram a História na MPB: E por que você deve conhecê-las

Também é peça fundamental para identificarmos a produção cultural da época, Carmen inicia sua carreira com ambições de atriz, o que não foi possível pela escassez de investimentos cinematográficos no Brasil. É durante uma apresentação no Cassino da Urca, junto com sua irmã Aurora, que Carmen conhece um empresário estadunidense que abre as portas de Hollywood para a artista e chega a receber o maior salário pago para uma mulher nos Estados Unidos — chegando a se apresentar para o então presidente Franklin Roosevelt.

Considerado a maior biografia de um artista publicado no Brasil — fruto de cinco anos de trabalho do autor — o livro é definitivamente leitura recomendada para apagar a imagem superficial que temos e reconhecer Carmen como artista e mulher decisora no curso da música brasileira, responsável principalmente pela intersecção cultural entre Brasil e outros países mesmo em tempos tão primários.

Carmen Miranda foi pioneira no que fez. Acusada de reforçar o estereotipo de latina exótica, defendeu seu amor pelo samba até os últimos dias de sua vida. Dona de uma carreira de altos e baixos ocasionados pelo abuso de soníferos e estimulantes, a artista de 14 filmes americanos e hits marcantes morreu aos 46 anos, deixando um legado que merece ser abordado até os dias atuais.

“Ali, as paredes do Broadhurst esqueceram-se de que já tinham ecoado os textos de Ibsen, Shaw e O’Neill, e trataram de se adaptar aos novos tempos. Carmen “cantava” com as mãos, os olhos, os quadris, os pés – “O que é que a baiana tem?”, “Touradas em Madri” e “South American way”, pela nova ordem – e todo um repertório de meneios, dengos e chamegos que dispensavam tradução. Ninguém entendia uma sílaba do que ela dizia, exceto o verso “Souse American way”, que arrancou as infalíveis gargalhadas. E nem era preciso. Carmen estava falando numa língua que a platéia de Nova York, habituada às grandes estreias, estava farta de entender: a do talento, talvez do gênio.

A Broadway já operara aquela química muitas vezes – entre duas cortinas, transformar uma estreante numa deusa. Quase dez minutos depois, o número de Carmen e o primeiro ato de Streets of Paristerminaram em apoteose e consagração. Entre os drinques, cigarros e cafés do intervalo, e já vazando para as ruas em volta do teatro, só um assunto interessava: Carmen Miranda.”


Carmen MirandaCarmen: Uma Biografia

Ruy Castro

Companhia das Letras

632 páginas

Se interessou pelo livro? COMPRE AQUI!

O Delirium Nerd é integrante do programa de associados da Amazon. Comprando através desse link, você ainda ajuda a manter o site no ar, além de ganhar nossa eterna gratidão por apoiar o nosso trabalho! 


Compartilhe

Autora

Estudante de Produção Cultural, social media na Cérebro Surdo Produções e colunista no portal Timbre. Também proprietária das melhores fotografias em cafés.
Veja todos os textos
Follow Me :