Os melhores jogos de 2021

Os melhores jogos de 2021

Finalmente chegou aquele momento do ano que nós amamos revelar os melhores jogos de 2021. E é claro que fizemos uma curadoria especial pra vocês, com dicas de jogos menos conhecidos e/ou de distribuidoras menores, mas não menos importantes.

Segue a lista dos melhores jogos que amamos jogar e nos fizeram companhia ao longo desse ano.

Indicações: Karin Cristina

It Takes Two

melhores jogos de 2021
It Takes Two é o nosso primeiro indicado da lista de melhores jogos de 2021 | Imagem: divulgação

 

Representando os gêneros de ação e aventura, mas com muitos elementos de plataforma, It Takes Two foi desenvolvido pela Hazelight Studios e publicado pela Electronic Arts. Entre tantas características marcantes, It Takes Two só pode ser jogado no modo cooperativo, seja online ou localmente, o que promove uma experiência completamente diferente do que estamos acostumadas, uma vez que é preciso jogar em dupla. E só pela história, It Takes Two deveria levar o prêmio de melhor do ano.

Com uma narrativa singela, somos apresentadas a Cody e May, um casal que está enfrentando um divórcio. Eles têm uma filha, Rose, e ao contar sobre a situação, uma lágrima da garotinha aprisiona seus pais em dois bonecos. A partir de então, sua missão é tentar reconstruir esse relacionamento por meio de fases que precisam ser vencidas em uma cooperação perfeita.

Leia também >> Os melhores jogos de 2020

It Takes Two é um jogo completo: os personagens são bem construídos e cativantes, a história emociona do começo ao fim e as fases são tão complexas, quanto divertidas. Além disso, o design e a trilha sonora são estonteantes.

O jogo está disponível para PC, PlayStation 4 e 5, Xbox One e Series X/S.

Kena: Bridge of Spirits

Kena: Bridge of Spirits - melhores jogos de 2021
Cena de Kena: Bridge of Spirits, segunda indicação de melhores jogos de 2021 | Imagem: divulgação

Lançado em 21 de setembro, Kena: Bridge of Spirits foi desenvolvido e publicado pela Ember Lab. É um jogo de ação e aventura sobre a história de Kena, uma guia que auxilia os mortos durante a passagem do plano físico para o espiritual.

Para completar a sua jornada em busca do santuário da montanha sagrada, Kena tem como arma um cajado e possui uma habilidade em seu pulso, que ativa um escudo. Além disso, também é preciso recrutar companheiros espirituais, chamados Rot. Eles podem ser aprimorados e ao longo do jogo são usados para completar tarefas, como mover objetos durante as missões ou distrair os inimigos que você encontrará pelo caminho.

Os cenários de Kena: Bridge of Spirits são de uma beleza única, inspirados em locações orientais e produzidos em parceria com o estúdio vietnamita Sparx. A trilha sonora também faz referência a essa região e foi composta por Jason Gallaty em parceria com o grupo Gamelan Çudamani, de Bali.

Leia também >> Last Day of June: um jogo sobre amor e luto

Disponível para PC e PlayStation 4 e 5, Kena: Bridge of Spirits é um jogo perfeito para passar o tempo, para as gamers que curtem aventura e exploração, e para quem adora colecionar companheiros, como os simpáticos Rot.

Unsighted

Cena de Unsighted, terceira indicação de melhores jogos de 2021 | Imagem: divulgação

Produzido pelas brasileiras Tiani Pixel e Fernanda Dias, do Studio Pixel Punk, Unsighted é um dos melhores jogos quando o assunto é metroidvania.

Lançado em setembro de 2021, o jogo conta a história de Alma, uma autômata em um mundo pós-apocalíptico. Após uma guerra entre homens e máquinas, Alma retoma a consciência e descobre que a anima, um recurso que permite aos autômatos desenvolverem a senciência, está acabando. Sem anima, eles se transformam em unsighted, armas de matar sem o menor escrúpulo. A partir daí, Alma parte em uma aventura pelo mundo de Arcadia.

A principal característica de Unsighted é o combate rico e dinâmico. É possível equipar armas de forma variada e cada fase exige ações precisas, o que faz com que as armas recarreguem mais rapidamente ou aumentem o seu dano. Além disso, Alma também possui uma árvore de melhorias que pode ser aprimorada com o uso de chips, que você conquista ao longo da aventura. E o melhor, esse aprimoramento é feito de acordo com o seu estilo de jogo.

Leia também >> Jogos que falam sobre depressão e ansiedade

Em Unsighted, além da jornada principal, o jogo conta com os desafios Provação dos Chefes e Incursão no Labirinto. E para ficar ainda melhor, também tem o modo cooperativo, para você curtir com as amigas.

O jogo está disponível para PC, PS4, Xbox One e Nintendo Switch.

Death’s Door

Cena de Death’s Door, uma das nossas indicações de melhores jogos de 2021 | Imagem: divulgação

O mais novo lançamento da Devolver Digital, desenvolvido pela Acid Nerve, é Death’s Door. Imagine ser um corvo honesto e trabalhador, cuja missão é ceifar a alma dos mortos designados a você. Tudo anda perfeitamente bem, até que alguém rouba uma de suas almas e te obriga a deixar a sua vida monótona e reivindicar o que te pertence. Nesta trama de ação e aventura, é preciso usar armas de curto e longo alcance, além de toda a sorte de magias, para enfrentar seres mitológicos e deuses.

Em Death’s Door, também é possível personalizar seus atributos e as habilidades que conquista ao longo do caminho. Os cenários do jogo são muito bem elaborados, assim como os personagens que encontrará ao longo da jornada, que são tão carismáticos quanto esquisitos. Da mesma forma são os seus inimigos, que te impedirão de recuperar a alma roubada. Mas não desista e desvende os segredos de Death’s Door!

O jogo foi lançado em julho de 2021 e está disponível para PC, Xbox One e Series X/S, PlayStation 4 e 5, e Nintendo Switch.

Indicação: Elisa Guimarães

Disco Elysium – The Final Cut

Disco Elysium - The Final Cut
Disco Elysium – The Final Cut é nossa última indicação de melhores jogos de 2021 | Imagem: divulgação

Disco Elysium é um RPG e um jogo policial bem peculiar. Passado em um país fictício, meio Caribe, meio Leste Europeu, em que uma revolução socialista foi massacrada pelas grandes potências globais, o jogo do estúdio ZA/UM lida com questões como miséria, violência política e a desesperança generalizada de quem vive na periferia do mundo.

O protagonista é o policial alcoólatra Harry Du Bois, enviado para investigar o assassinato de um guarda de uma empresa de segurança contratada para acabar na marra com uma greve. Ao longo das investigações e side quests, você dialoga com personagens fantásticos (e com os seus próprios “divertidamentes”) que revelam um mundo amplo, cheio de beleza, mistérios e dores. Essa atmosfera é refletida pela arte do jogo, capaz de transmitir toda a imponência e a decadência de Revachol.

Colocar Disco Elysium em uma lista de melhores jogos de 2021 é trapacear um pouco, uma vez que o jogo saiu em 2019. Porém, foi apenas este ano que a versão final chegou às plataformas, com dublagens que tornam a experiência mais acessível e imersiva, além de novas quests e personagens.

O jogo está disponível para Windows, macOS, PS4, PS5, Nintendo Switch, XBox One e XBox Series X.

Publicidade

Autora:

324 textos

Site sobre cultura e entretenimento, que destaca o protagonismo feminino e analisa a representação feminina nas obras.
Todos os textos
Follow Me :