10 filmes de terror lançados em 2022 para assistir no Halloween

10 filmes de terror lançados em 2022 para assistir no Halloween

2022 ainda não acabou, mas já apresentou ao público alguns dos melhores filmes de terror da última década. Aclamados pela crítica e repletos de reflexões a que o gênero muitas vezes se propõe a discutir, estas obras também aterrorizarão ainda mais as maratonas de filmes de Halloween.

Separamos abaixo dez estreias, para todos os entusiastas do cinema de terror, que não podem ficar de fora dos seus planos para este período assombrado. Confira!

1) “X – A Marca da Morte”, de Ti West (18+)

Filmes de terror lançados em 2022
Filmes de terror lançados em 2022: “X – A Marca da Morte”, de Ti West.

No final da década de 70, um grupo de atores, liderado por Wayne Gilroy (Martin Henderson), viaja até uma região hostil no interior do Texas para gravar um filme adulto na fazenda de dois anfitriões idosos e extremamente estranhos. Após serem rondados e observados de perto por Howard (Stephen Ure), o dono do local que não fica nada contente com o teor do filme, uma aura soturna começa a pairar sobre eles – o que promete atrapalhar (e muito) os planos de gravarem a tão sonhada obra-prima do gênero, sobretudo de saírem vivos do local.

O destaque da história, no entanto, fica por conta de Maxine Minx (Mia Goth), uma jovem atriz em ascensão que sonha com uma vida em que será extremamente famosa e conseguirá tudo aquilo que sua origem, apresentada brevemente apenas no final do filme, não possibilitou que tivesse.

Maxine é uma personagem feminina forte, que não mede esforços para conquistar tudo o que almeja, consegue ter voz e ser extremamente ativa no enredo, porém ainda assim é vítima constante de violências de gênero, sutis e escancaradas, ao longo da história.

“X – A Marca da Morte”, de Ti West
O grupo de atores, diretores, cinegrafista e operadora de som chegam à fazenda. | Imagem: reprodução.
Leia mais » Monstros da Universal: história e tradição no Horror

A jovem, dentro de sua própria jornada, e após conhecer a idosa esposa de Howard, que também cumpre um papel importante dentro do desenvolvimento de Maxine e das discussões sobre etarismo, mostra como as opressões sofridas pelas mulheres podem estar presentes nas mais diversas manifestações do cotidiano. Até mesmo em um ambiente e profissão em que supostamente estariam livres para exercerem a própria liberdade, sobretudo a sexual (mas que, no fim das contas, serve apenas para objetificar e colocar as garras da misoginia em corpos femininos).

“X – A Marca da Morte”, que também conta com Jenna Ortega e Brittany Snow no elenco e em papéis marcantes, para além do slasher brutal e do gore nauseante, amarra, por diversas vezes, a dicotomia entre o que é novo e aquilo que envelhece, se tratando de pessoas ou do próprio ambiente em que os personagens passam a frequentar.

Sobrevivermos em uma sociedade que presa pela juventude e abomina as inevitáveis marcas físicas e psicológicas que o tempo traz é estarmos constantemente marcadas pelo medo da morte literal ou pelo esquecimento – que muitas vezes é o pior cenário de horror a se enfrentar.

2) “Pearl”, de Mia Goth e Ti West (18+)

filmes de terror lançados em 2022
Filmes de terror lançados em 2022: “Pearl”, de Mia Goth e Ti West.

Quem amou “X – A Marca da Morte” ficou extremamente feliz com o anúncio de que o diretor do longa, Ti West, expandiria a obra para uma trilogia, sendo “Pearl” o segundo filme a ser lançado em 2022 e prequel do primeiro, e “MaXXXine” o terceiro, ainda sem data de lançamento definida.

No longa, acompanhamos a vida de Pearl (Mia Goth), personagem que aparece em “X”, mas que aqui tem sua história contada na época de sua juventude, mais precisamente em 1918, período que abrangeu o final da Primeira Guerra Mundial e o ápice da pandemia de Gripe Espanhola.

Leia mais » 8 quadrinhos lançados em 2022 para ler no Halloween

Apaixonada por cinema e por dança, Pearl, que vive com os pais em uma fazenda do Texas, sonha em ser artista e deixar seu local de origem para ganhar o mundo. Seu amor pelo mundo das artes serve também de válvula de escape para os terrores, internos e externos, que vive todos os dias, a começar pelo próprio lar, que abriga uma mãe autoritária e que exige da jovem dedicação total aos afazeres domésticos, sobretudo quanto aos cuidados que o pai, em estado vegetativo, demanda dela. Pearl tem de lidar, também, com a ausência do marido, Howard (Alistair Sewell), soldado que partiu para lutar na guerra e de quem a garota sente muita falta, enquanto enfrenta também seus monstros internos e o descontrole que a leva a cometer atos inimagináveis.

“Pearl”, de Mia Goth e Ti West (18+)t
Pearl faz mais uma de suas vítimas. | Imagem: reprodução.

Assim como em “X”, a questão dos papéis de gênero e compreensão da própria sexualidade são abordadas e corroboradas pela excelente atuação de Mia Goth, também produtora executiva e coautora do roteiro longa, e que se tornou uma das atrizes mais queridas do cinema de horror. Com números musicais, fotografia e figurinos belíssimos e momentos marcantes, chocantes e icônicos, “Pearl” tem tudo para se tornar um filme premiadíssimo e um dos mais aclamados pelo público e pela crítica.

3) “O Telefone Preto”, de Scott Derrickson

“O Telefone Preto”, de Scott Derrickson
Filmes de terror lançados em 2022: “O Telefone Preto”, de Scott Derrickson.

Baseado no conto de mesmo nome de Joe Hill, filho do mestre do horror Stephen King, “O Telefone Preto” era um dos lançamentos mais aguardados do ano, pois já vinha sendo muito elogiado em festivais ao redor do mundo.

No longa, Finney Blake (Mason Thames), um adolescente de 13 anos que sofre bullying na escola e precisa encarar a violência paterna dentro do próprio lar, terá de provar a sua força após ser sequestrado por uma figura macabra, conhecido como o Sequestrador (Ethan Hawke), que ronda a cidadezinha em que mora em busca de novas crianças para serem suas vítimas.

Após ser capturado, Finney acorda em um porão cercado apenas por um velho colchão e um misterioso telefone preto na parede, que quando toca revela algo muito sombrio sobre o lugar.

“O Telefone Preto”, de Scott Derrickson
Finney e Gwen. | Imagem: reprodução.

Misturando terror, ótimos jumpscares e um suspense angustiante, “O Telefone Preto” evoca a aura das lendas urbanas que circulavam nas décadas de 80 e 90 ao redor do mundo, principalmente no Brasil, e é uma excelente pedida para imersão no clima de Halloween.

Menção honrosa à personagem Gwen (Madeleine McGraw), a cativante irmã mais nova de Finney que tem o dom de ter sonhos premonitórios e é dona de algumas das melhores interpretações do filme.

4) “Não! Não olhe!”, de Jordan Peele

filmes de terror lançados em 2022
Filmes de terror lançados em 2022: “Não! Não olhe!”, de Jordan Peele.

Jordan Peele já tem seu nome gravado no hall de melhores (e mais importantes) diretores da história do cinema, sendo aclamado pelos seus sucessos anteriores “Corra!” e “Nós”. Com “Não! Não olhe!” não seria diferente.

Na trama, os espectadores acompanham a vida dos irmãos OJ (Daniel Kaluuya) e Emerald Haywood (Keke Palmer) após a morte do pai, Otis (Keith David), em circunstâncias muito insólitas. A família, que descende do primeiro ator a aparecer em uma filmagem feita com frames dele próprio montado a cavalo, é dona de um rancho na inóspita Agua Dulce, na região da Califórnia, e trabalha com o aluguel de seus cavalos para filmes e atrações.

Leia mais » Rinha de Galos: as mulheres monstruosas de María Fernanda Ampuero

Certa noite, após a fuga de um de seus cavalos, OJ observa um fenômeno de queda de energia incomum nos arredores e em sua própria casa e algo estranho pairando pelo céu – a partir daí ele e a irmã terão de fazer o impossível para descobrirem o que aquilo significa e quão letal pode ser.

“Não! Não olhe!”, de Jordan Peele
O trio formado por OJ, Emerald e Angel (Brandon Perea) se prepara para enfrentar o fenômeno que os assola. | Imagem: reprodução.

Homenageando os filmes de seus diretores favoritos, como Stanley Kubrick e Alfred Hitchcock, e os clássicos de faroeste, Peele cria uma ficção científica de visual absurdamente deslumbrante, cenas de ação envolventes e um suspense de tirar o fôlego, uma vez que na trama de “Não! Não olhe!” nada é o que parece ser.

O enredo, repleto de camadas, desde o lançamento do filme alimenta análises interessantíssimas por parte dos fãs das obras do diretor, nos convidando a refletir sobre o papel predatório do cinema, em especial de Hollywood, na vida de seus artistas e das pessoas que ficam por trás das câmeras, sobretudo artistas e profissionais negros que não têm o devido valor dado aos seus trabalhos, como acontece com o tataravô dos irmãos, que realmente foi o primeiro ator de que se tem registro na história do cinema, mas de quem até hoje, na vida real, não se sabe o nome.

5) “Lobisomem na Noite”, de Michael Giacchino

filmes de terror lançados em 2022
Filmes de terror lançados em 2022: “Lobisomem na Noite”, de Michael Giacchino.

A Marvel e o serviço de streaming Disney+ surpreenderam os fãs de super-heróis ao anunciarem o especial de Halloween “Lobisomem na Noite” pouco antes de outubro.

O filme, estrelado por Gael Garcia Bernal no papel de Jack Russell, e cuja fotografia é inteira em preto e branco, homenageia os clássicos filmes de monstros, como “Drácula” e “Frankenstein”, em uma narrativa que acompanha um grupo de caçadores de criaturas competindo entre si, em uma noite funesta, para conseguirem a poderosa relíquia Bloodstone.

Toda a atmosfera desta obra é convidativa e horripilante do início ao fim e, mesmo tendo uma curta duração, promete reviravoltas e momentos surpreendentes.

“Lobisomem na Noite”, de Michael Giacchino
Elsa Bloodstone (Laura Donnelly) em cena de “Lobisomem na Noite”. | Imagem: reprodução.

6) “Crimes do Futuro”, David Cronenberg (18+)

filmes de terror lançados em 2022
Filmes de terror lançados em 2022: “Crimes do Futuro”, David Cronenberg.

O mais novo filme do conceituado diretor David Cronenberg causou furor ao ter seus primeiros trailers e imagens revelados. A trama, que mistura ficção científica, distopia e horror, apresenta Saul Tenser (Virgo Mortensen) e Caprice (Léa Seydoux), uma dupla de artistas que utiliza as modificações ocorridas internamente no corpo de Saul para fazerem cirurgias assistidas por um público admirador em específico.

As cirurgias e incisões, além de valor artístico, revelam também o caráter hedonista da sociedade distópica em que estão inseridos, uma vez que se torna uma nova forma de manter relações sexuais entre humanos.

“Crimes do Futuro”, David Cronenberg
Saul e Caprice ensaiam para mais uma apresentação. | Imagem: reprodução.
Leia mais » 7 leituras para os fãs de “Frankenstein” e Mary Shelley

Responsável por diversas reflexões acerca da arte, estética e os limites do prazer, “Crimes do Futuro” é uma boa pedida para os fãs de body horror à la Junji Ito. O filme, disponível na plataforma MUBI, também conta com a presença de Kristen Stewart no elenco, no papel de Timlin, personagem que acompanha de perto a vida de Saul e Caprice e acaba descobrindo muito sobre si mesma nesse processo.

7) “Morte! Morte! Morte!”, de Halina Reijn

filmes de terror lançados em 2022
Filmes de terror lançados em 2022: “Morte! Morte! Morte!”, de Halina Reijn.

Neste slasher muito comentado e aguardado, os espectadores acompanham um grupo de jovens ricos que se reúne em uma casa de campo para festejarem e curtirem o final de semana sem limites. Sugere-se então que o grupo brinque de “Morte! Morte! Morte!”, brincadeira que dá título ao filme, e que consiste em sortearem quem será o assassino a cada rodada do jogo, enquanto os demais se escondem até alguém ser capturado e, após isso, juntos tentarem descobrir quem matou metaforicamente a vítima da vez.

“Morte! Morte! Morte!”, de Halina Reijn
As garotas se escondem de um possível assassino. | Imagem: reprodução.

As coisas se complicam quando um dos amigos morre de verdade, fazendo-os crer que havia ali no meio um assassino ou assassina de verdade. O pânico se instaura em uma noite de terror que estava apenas começando.

O filme brinca com tropos do gênero, ri de si mesmo e faz críticas certeiras à classe a que pertencem os personagens da história, o que rende, além das reflexões, boas gargalhadas.

8) “Mamãe”, de Iris Shim

filmes de terror lançados em 2022
Filmes de terror lançados em 2022: “Mamãe”, de Iris Shim.

Sandra Oh dá vida à Amanda, uma apicultora de origem coreana que vive com a filha, Chris (Fivel Stewart), em um pequeno rancho antiquado, sem contato com a tecnologia e sequer com energia elétrica.

Aos poucos os espectadores são apresentados aos vislumbres de uma infância aterradora vivida por Amanda: a mãe, uma senhora muito rígida, a violentava quando criança, sobretudo com choques, fazendo-a ter aversão a qualquer objeto eletrônico e privando a própria filha de ter contato com eles.

“Mamãe”, de Iris Shim
Chris se depara com um artefato macabro nos pertences da avó. | Imagem: reprodução.

Anos após ter conseguido fugir de casa, e ter se casado e tido sua amada filha e companheira de todas as horas, a mulher recebe a visita de um tio distante, cuja presença carrega uma triste, no entanto, reconfortante, notícia: a mãe dela havia falecido. Mas, como se não bastasse o choque do comunicado, o tio traz consigo uma mala com pertences da mãe de Amanda e as cinzas em uma urna, para que a filha fizesse um ritual de despedida próprio de sua cultura. A morte, porém, não será o fim definitivo da violenta mulher, que assombrará Amanda e colocará a relação dela e de Chris em risco.

O filme conta ainda com a produção de Sam Raimi e Zainab Azizi.

9) “O Exorcismo da Minha Melhor Amiga”, de Damon Thomas

Filmes de terror lançados em 2022: “O Exorcismo da Minha Melhor Amiga”, de Damon Thomas.

Abby Rivers (Elsie Fisher) e Gretchen Lang (Amiah Miller) são melhores amigas desde a infância, mas no verão de 1988 tudo muda entre as duas adolescentes: Gretchen teria de se mudar com a família para outro lugar, deixando de lado um universo de planos feitos pelas duas e momentos inesquecíveis vivenciados.

Leia mais » “Eu sou um maldito monstro procurando por redenção”: Måneskin e a monstruosidade

Como uma forma de se despedirem, as garotas e mais duas amigas decidem passar o fim de semana em uma casa de campo em meio a uma densa floresta, e o que era para ser uma noite de descontração se transforma em um evento terrível: Abby e Gretchen decidem explorar uma casa abandonada nos arredores, onde supostamente uma jovem fora morta em um ritual satânico.

O local abandonado é aterrador e, ao chegarem em um certo cômodo, ambas veem a aparição de algo terrível, fazendo com que tentem fugir do local, mas Abby acaba deixando Gretchen para trás com o que quer que aquela criatura fosse.

“O Exorcismo da Minha Melhor Amiga”, de Damon Thomas
Gretchen chega à escola irreconhecível. | Imagem: reprodução.

Momentos depois, Abby e as duas outras amigas voltam ao local e encontram Gretchen completamente atordoada. A partir de então, a garota mudará completamente de comportamento e coisas estranhas passarão a assombrar todos ao seu redor, sobretudo Abby, que terá de fazer o possível para provar que seu amor por Gretchen é forte o bastante para vencer as forças do mal.

O Exorcismo da Minha Melhor Amiga” é baseado no livro homônimo de Grady Hendrix, já publicado no Brasil pela editora Intrínseca (com tradução de Edmundo Barreiros), e é uma boa pedida para quem procura um terror mais leve, divertido e com poucos sustos. O diretor do filme é conhecido pelos seus aclamados trabalhos em “Happy Death Day” e “Freaky”, ambos filmes de terror e comédia.

10) “Men – Faces do Medo”, de Alex Garland

Filmes de terror lançados em 2022: “Men – Faces do Medo”, de Alex Garland.

[Alerta de gatilho: o filme apresenta um suicídio e uma tentativa de estupro]

Após sofrer diversas violências psicológicas e uma agressão física do marido, Harper Marlowe (Jessie Buckley) decide pedir o divórcio. Porém, James (Paapa Essiedu) ameaça cometer suicídio caso ela não cedesse às suas súplicas de insistir no casamento – e ele assim o faz.

Atormentada pela morte dele, e sentindo-se culpada por não ter tentado fazê-lo parar, Harper decide viajar para o interior da Inglaterra e aluga uma charmosa casa de campo cercada por uma imensa floresta e suas fartas macieiras, a fim de iniciar seu processo de cura espiritual.

No local, ela conhece Geoffrey (Rory Kinnear), o senhorio da casa, que mesmo parecendo amigável, passa aos poucos a inserir pequenas falas e atitudes machistas no convívio com Harper. Como se não bastasse, ao sair para uma caminhada pela floresta, ela é perseguida por um homem completamente nu até a sua casa, e essa angústia apenas escalará quando ela se deparar com os demais habitantes do local.

Leia mais » Uzumaki: o horror ascensional na obra de Junji Ito

“Men” é um filme que, para além do teor sobrenatural de sua trama, que mistura folk horror e terror psicológico, é um recorte da sociedade misógina e tóxica que todas as mulheres enfrentam no cotidiano. Repleto de simbologias pagãs e cristãs, o filme mostra como os horrores na vida de uma mulher, apenas pelo fato de ser mulher e não estar segura em lugar algum, podem ser palpáveis e escalarem para um potencial enlouquecedor e extremamente destrutivo.

“Men – Faces do Medo”, de Alex Garland
Harper e a macieira no jardim da casa. | Imagem: reprodução.

A atuação de Jessie e Rory, que inclusive interpreta todos os homens que moram nos arredores da casa alugada por Harper, são tão viscerais que causam um enorme desconforto e catarse, ao passo que torcemos para que ela se livre de toda aquela teia de violências e cure as próprias feridas emocionais carregadas há tempos.

“Men” é um filme repleto de camadas e significados que, com certeza, lhe tirará dos eixos e continuará ecoando na memória mesmo após o seu fim.


E você? Já se programou para a maratona de filmes de Halloween? Deixe suas dicas! Adoraremos saber! <3

Publicidade

Autora:

105 textos

Formada em Letras, pós-graduada em Produção Editorial, tradutora, revisora textual e fã incondicional de Neil Gaiman – e, parafraseando o que o próprio autor escreveu em O Oceano no Fim do Caminho, “vive nos livros mais do que em qualquer outro lugar”.
Todos os textos
Follow Me :