60 anos de Doctor Who: os melhores episódios da New Who!

60 anos de Doctor Who: os melhores episódios da New Who!

Há 60 anos, em 23 de novembro de 1963, Doctor Who foi lançado, impactando a vida de diversos fãs de televisão. A série britânica de ficção científica da BBC, criada por Sydney Newman, C. E. Webber, Donald Wilson, tornou-se um ícone na cultura popular ao apresentar as aventuras do Doctor e seus companions pelo espaço e tempo.

Com 13 temporadas e diversos especiais da New Who, a obra teve seus altos e baixos, assim como toda série de TV extensa. Porém, seus pontos altos provaram o porquê de Doctor Who ser considerado um clássico da televisão sci-fi, ao lado de séries como Arquivo X, Star Trek, Firefly e outras igualmente divinas.

Em celebração aos 60 anos do seriado, elaboramos uma lista com 15 episódios icônicos que merecem ser vistos pela primeira vez ou, para os whovians, apenas revisitar. Muitos destes episódios deixaram um impacto duradouro na série e em outras produções televisivas, evidenciando sua qualidade.

Os anjos estão vindo atrás de você, então leia a lista com atenção; sua vida pode depender disso. Não pisque. Nem pense em piscar. Pisque, e você estará morto!

01) A Criança Vazia — 1ª temporada, episódio 9 & 10

A Criança Vazia - 1ª temporada, episódio 9 & 10 de Doctor Who

Leia mais >> Delia Derbyshire: Doctor Who, música eletrônica e luta por igualdade

Considerado por alguns fãs como um dos episódios mais assustadores da série, The Empty Child, escrito por Steven Moffat, narra a história do Doutor (Christopher Eccleston) e Rose Tyler (Billie Piper) ao aterrissarem em Londres durante a Blitz na Segunda Guerra Mundial.

Ao investigar uma misteriosa criança que parece não ter emoções ou memórias, eles descobrem alienígenas conhecidos como os “Vazios”. Essas criaturas sombrias, capazes de apagar pessoas da existência, têm planos que ameaçam não apenas a Londres da década de 1940, mas toda a realidade.

02) Natureza Humana / A Família de Sangue — 3ª temporada, episódio 8 e 9

Natureza Humana / A Família de Sangue — 3ª temporada, episódio 8 e 9 de Doctor Who

Leia mais >> Novos rostos para velhos conhecidos: a nova era de Doctor Who

Neste episódio, o Doutor (agora interpretado por David Tennant) decide transformar sua essência alienígena em um humano chamado John Smith na Inglaterra de 1913. Com sua memória alterada, John Smith leva uma vida comum como professor em uma escola para meninos.

Enquanto isso, Martha Jones (Freema Agyeman), sua fiel companion, lida com a transformação do Doutor e a crescente ameaça de criaturas alienígenas que estão caçando o Senhor do Tempo.

Essas criaturas, conhecidas como “A Família de Sangue”, estão determinadas a se apoderar da imortalidade do Senhor do Tempo e desencadeiam uma série de eventos aterrorizantes, forçando o Doutor a confrontar sua verdadeira natureza e lutar pela sobrevivência.

03) Não Pisque — 3ª temporada, episódio 10

Não Pisque — 3ª temporada, episódio 10 de Doctor Who

Leia mais >> Yellowjackets: mistério, violência e feminilidade

Blink se destaca como um dos episódios mais memoráveis de Doctor Who, se não o mais memorável de todos. Nele, temos o Doutor, Martha Jones e a participação de Carey Mulligan como Sally Sparrow, chegando a um desolado casarão do século XVIII.

Rapidamente, eles descobrem que o local é infestado pelos temíveis Anjos Lamentadores, criaturas alienígenas que se petrificam na presença de qualquer observador. Com a ameaça constante de serem enviados para o passado pela simples ação de piscar, o Doutor e Martha devem encontrar uma maneira engenhosa de escapar desse labirinto temporal e deter os Anjos Lamentadores.

04) A Noiva em Fuga — especial da 3ª temporada

A Noiva em Fuga — especial da 3ª temporada de Doctor Who

Leia mais >> “Noiva em Fuga” e a reivindicação do game over feminino

Entre a segunda e a terceira temporada da série, temos um especial notavelmente mais cômico do que o habitual. O Doutor recebe uma inesperada chamada de socorro de Donna Noble (Catherine Tate) no dia de seu casamento.

Ao investigar, o Doutor descobre que Donna foi transportada para uma nave espacial dirigida por criaturas alienígenas conhecidas como Racnoss. Essas criaturas, em formato de aranhas gigantes, tramam um plano devastador que ameaça a Terra. O Doutor, junto com sua nova companion, embarca em uma missão para salvar Donna e impedir os planos nefastos dos Racnoss.

05) Meia-noite — 4ª temporada, episódio 10

Meia-noite — 4ª temporada, episódio 10 de Doctor Who

Leia mais >> O body horror na ficção científica de David Cronenberg

Neste episódio, o Doutor decide tirar férias em uma excursão na Lua da Meia-noite. Contudo, a viagem toma um rumo inesperado quando a cabine espacial é atingida por uma misteriosa força que habita a meia-noite do planeta.

Confinados na cabine, os passageiros começam a perceber que algo os está observando e imitando cada palavra que dizem, levando a um crescente pânico e suspeita. O Doutor, sem seus habituais recursos tecnológicos, deve enfrentar esse enigma paranormal e proteger a todos antes que seja tarde demais.

06) O Fim dos Tempos — especial da 4ª temporada, parte 1 e 2

O Fim dos Tempos — especial da 4ª temporada, parte 1 e 2 de Doctor Who - - Melhores episódios de Doctor Who!

Leia mais >> É assim que se perde a guerra do tempo: romance sáfico e epistolar

Nesse especial dividido em duas partes, o Doutor é confrontado com uma profecia antiga que prevê seu inevitável encontro com o Mestre (John Simm), um personagem de destaque na série.

À medida que eventos se desenrolam e o planeta Terra enfrenta uma ameaça cósmica, o Doutor reúne aliados do passado e do presente para deter o Mestre e uma entidade conhecida como os Senhores do Tempo, que busca retornar ao universo.

A batalha final coloca em jogo não apenas a existência da Terra, mas o destino do próprio Doutor.

07) Vincent e o Doutor — 5ª temporada, episódio 10

Vincent e o Doutor — 5ª temporada, episódio 10 de Doctor Who - Melhores episódios de Doctor Who!

Leia mais >> Vincent Van Gogh: A linha tênue entre a arte e a saúde mental

Sendo um dos episódios mais famosos fora do fandom de Doctor Who, Vincent and the Doctor, escrito por Richard Curtis, destaca mais uma vez a habilidade da série em entrelaçar eventos históricos com ficção científica, enquanto aborda temas como a depressão, solidão e a apreciação da arte.

No episódio, o Doutor (agora interpretado por Matt Smith) e sua companion Amy Pond (Karen Gillan) viajam para visitar o pintor Vincent Van Gogh (Tony Curran). Ao explorar a vida e a obra do artista, percebem que Vincent está sendo atormentado por uma força invisível ligada a suas pinturas.

Juntos, o Doutor e Amy tentam desvendar o mistério e oferecer conforto a um artista cujo talento artístico é incompreendido por seu próprio tempo.

08) A Esposa do Doutor — 6ª temporada, episódio 4

A Esposa do Doutor — 6ª temporada, episódio 4 de Doctor Who - Melhores episódios de Doctor Who!

Leia mais >> Neil Gaiman: conheça o autor em 6 contos!

Neste episódio escrito por Neil Gaiman, o Doutor recebe um convite de casamento, surpreendendo seus companions Amy Pond e Rory Williams (Arthur Darvill). O convite os leva a uma nave espacial onde o Doutor se encontra com a misteriosa Madame Kovarian (Frances Barber).

Temos aqui uma revelação impactante relacionada à filha de Amy, Melody Pond, além de um destaque maior para uma das personagens mais importantes da série: TARDIS.

09) A Garota que Esperou — 6ª temporada, episódio 10

A Garota que Esperou — 6ª temporada, episódio 10

Leia mais >> A representação feminina em Doctor Who: a causa das garotas impossíveis

The Girl Who Waited leva o Doutor e seus companions, Amy e Rory, a uma instalação futurista chamada Apalapucia. Lá, eles descobrem que um vírus mortal assola o local, forçando os visitantes a utilizar dispositivos de demora que dilatam o tempo.

No entanto, um mal-entendido separa Amy dos outros, levando a uma experiência solitária que transforma minutos em anos. Quando o Doutor e Rory retornam para resgata-la, eles encontram uma Amy idosa e endurecida pelo tempo, a conhecendo como “A Garota que Esperou”.

10) Os Anéis de Akhaten — 7ª temporada, episódio 8

Os Anéis de Akhaten — 7ª temporada, episódio 8

Leia mais >> A evolução da representação feminina na ficção científica audiovisual

Apesar da recepção mista do público, The Rings Of Akhaten é considerado o episódio com um dos monólogos mais marcantes da série. Na trama, o Doutor leva sua nova companion Clara Oswald (Jenna Coleman) a um planeta distante chamado Akhaten, lar de uma civilização complexa e cheia de tradições religiosas.

Ao explorar o mercado interplanetário, o Doutor e Clara descobrem um antigo mal despertando, alimentado por rituais e oferendas. Juntos, eles devem enfrentar uma entidade faminta enquanto Clara confronta seus medos mais profundos.

11) O Dia do Doutor — especial da 7ª temporada

O Dia do Doutor — especial da 7ª temporada

Leia mais >> Class: a escola de companions do Doctor Who

No especial de 50 anos de Doctor Who, os Doutores interpretados por Matt Smith, David Tennant e John Hurt se unem quando uma ameaça alienígena conhecida como Zygons ressurge, ameaçando desencadear uma guerra em larga escala.

Além disso, o episódio explora os eventos da Guerra do Tempo, onde o Doutor toma uma decisão dolorosa que moldou o curso de sua existência.

12) Enviado ao Paraíso — 9ª temporada, episódio 11

Enviado ao Paraíso — 9ª temporada, episódio 11

Leia mais >> Língua, linguagem e linguística em “A Chegada”

No episódio Heaven Sent, o Doutor (agora interpretado por Peter Capaldi) se encontra sozinho em um misterioso e claustrofóbico castelo. Sem companions para ajudar, ele enfrenta uma série de desafios mortais enquanto tenta desvendar os segredos do local. Enquanto confronta a solidão e o desconhecido, ele se aproxima de uma verdade chocante que pode mudar tudo.

O episódio é uma obra-prima de Doctor Who, centrada na incrível performance de Peter Capaldi como o Doutor, sendo uma exploração profunda da solidão, perseverança e da natureza do próprio personagem.

13) Empenhado — 9ª temporada, episódio 12

Empenhado — 9ª temporada, episódio 12

Leia mais >> Octavia Butler: o que seria da ficção científica sem o seu legado?

Hell Bent continua a história iniciada em Heaven Sent. O Doutor retorna ao seu planeta natal, Gallifrey, determinado a confrontar o Alto Conselho dos Senhores do Tempo e trazer Clara Oswald de volta, apesar das repercussões cósmicas.

No entanto, as decisões do Doutor desencadeiam eventos que desafiam as estruturas do tempo e da realidade, levando a consequências inesperadas.

14) A Queda do Doutor — 10ª temporada, episódio 12

A Queda do Doutor — 10ª temporada, episódio 12

Leia mais >> Belas Maldições – 1ª temporada: a inefável adaptação do final dos tempos

Aqui, temos o Doutor e sua companion Bill Potts (Pearl Mackie) enfrentando a ameaça de uma Cybermen altamente avançada e a presença do Mestre.

O episódio contém muitos dos elementos que tornam Doctor Who uma série de destaque: personagens envolventes, dilemas éticos e uma mistura única de sci-fi e drama.

15) Rosa — 11ª temporada, episódio 3

Rosa — 11ª temporada, episódio 3

Leia mais >> A 13ª doutora e a gentileza como sabedoria em “Doctor Who”

No último episódio da lista, a Doutora (agora interpretada por Jodie Whittaker) leva seus companions Yaz (Mandip Gill), Ryan (Tosin Cole) e Graham (Bradley Walsh) a cidade de Montgomery, no Alabama, em 1955. Lá, eles testemunham o início do movimento pelos direitos civis dos EUA e encontram Rosa Parks (Vinette Robinson), uma mulher cujo ato de coragem e resistência desencadeou eventos históricos cruciais.

Doctor Who: o amor é uma promessa

“Remember, hate is always foolish and love is always wise. Always try to be nice, but never fail to be kind. Everything ends and it’s always sad, but everything begins too, and it’s always happy. Be happy.”

É uma luta diária trabalhar no ódio que o mundo coloca sob nós e no ódio que devolvemos ao mundo, mas Doctor Who ensina que o amor é o que nos move, nos motiva, nos inspira, e é disso que precisamos para viver e ser felizes.

O fim de tudo pode assustar, mas a verdade é que a vida é feita de fases e mudanças inevitáveis. O lado positivo é que talvez isso nos faça ser mais parecidos com o Doutor. Ele está aí há tanto tempo, passou por tantas situações, por tantos lugares e na companhia de tantas pessoas.

Qual regeneração você é hoje e qual será nas próximas temporadas? Não sabemos, mas esperamos não ter medo de morrer apenas para regenerar e viver mais um pouco do que o universo tem a nos oferecer.

Todos os episódios da nova era de Doctor Who agora estão disponíveis na plataforma de streaming Disney+. Aproveite e confira os melhores episódios listados!

Escrito por:

16 textos

Escritora, estudante de jornalismo e leitora voraz de fanfics. Assiste filmes, séries e shippa casais gays mais do que deveria. Parece fria e séria, mas já chorou escrevendo sobre Sherlock Holmes e John Watson na internet.
Veja todos os textos
Follow Me :