60 anos de Doctor Who: os melhores episódios da Classic Who!

60 anos de Doctor Who: os melhores episódios da Classic Who!

No dia 23 de novembro de 1963, há 60 anos, a icônica série britânica de ficção científica da BBC, Doctor Who, criada por Sydney Newman, C. E. Webber e Donald Wilson, fez sua estreia, deixando uma grande influência na televisão e na cultura popular por meio das aventuras do Doctor e suas companions através do espaço e do tempo.

Durante as 26 temporadas da era clássica, que se estendeu de 1963 até 1989, a série conquistou fãs fervorosos, especialmente entre os whovians mais dedicados, pacientes e apaixonados.

Isso se deve ao fato de ser uma obra composta por diversas temporadas, o que pode intimidar ou desmotivar alguns a mergulhar nas narrativas oferecidas pela Classic Who. Talvez por isso, alguns tenham a impressão de que New Who tem ganhado mais destaque nas últimas décadas.

Ao contrário da New Who, a versão clássica se estrutura em histórias divididas em vários episódios. Infelizmente, o tempo e a incompetência da BBC em preservar seus arquivos resultaram na perda de alguns, ou até todos, os episódios de muitas dessas histórias.

Diante desse contexto e em comemoração ao sexagésimo aniversário da série, compilamos uma lista com 14 histórias que merecem ser revisitadas.

Esses episódios da Classic Who não apenas deixaram um impacto na série clássica, mas também influenciaram profundamente a New Who, demonstrando a relevância dessas narrativas.

01) The Dalek Invasion of Earth — 2ª temporada, 1964

The Dalek Invasion of Earth — 2ª temporada, 1964, Doctor Who

Leia mais >> 60 anos de Doctor Who: os melhores episódios da New Who!

Na primeira história da lista, o Doutor (William Hartnell) e seus companions embarcam em uma jornada para desvendar os planos malignos dos Daleks, que incluem a implantação de bombas nas grandes cidades para transformar o planeta Terra em uma gigantesca nave espacial.

Enfrentando o caos pós-invasão, o Doutor e seus amigos buscam desesperadamente uma maneira de deter a ameaça Dalek e libertar a humanidade.

02) The Daleks’ Master Plan — 3ª temporada, 1965-1966

The Daleks’ Master Plan — 3ª temporada, 1965-1966, Doctor Who

Leia mais >> Novos rostos para velhos conhecidos: a nova era de Doctor Who

Outra batalha contra os Daleks, nesta história de 12 episódios, acompanhamos o Doutor enfrentando uma ameaça galáctica de proporções épicas.

Os Daleks, agora liderados pelo Mestre (o maior inimigo do Doutor), tramam um plano para dominar o universo.

Assim, o Doutor se vê envolvido em uma série de eventos drásticos, confrontando conspirações, traições e perigos cósmicos ao tentar impedir que os Daleks alcancem seus objetivos.

03) The Tomb of the Cybermen — 5ª temporada, 1967

The Tomb of the Cybermen — 5ª temporada, 1967, Doctor Who

Leia mais >> Delia Derbyshire: Doctor Who, música eletrônica e luta por igualdade

Nesta história, o Doutor (agora interpretado por Patrick Troughton) e os companions exploram um planeta distante chamado Telos. Lá, uma expedição arqueológica tenta explorar as tumbas dos Cybermen, antigos inimigos cibernéticos do Doutor.

Ao abrir as tumbas, no entanto, o grupo desperta os Cybermen, desencadeando uma série de eventos que colocam em risco não apenas a expedição, mas também a galáxia inteira.

04) The War Games — 6ª temporada, 1969

The War Games — 6ª temporada, 1969, Classic Who

Leia mais >> É assim que se perde a guerra do tempo: romance sáfico e epistolar

Concluindo a sexta temporada, o Doutor e os companions visitam um mundo misterioso devastado pela guerra. Ao chegarem, descobrem que a realidade do local é uma construção artificial, onde diferentes períodos históricos estão interligados em um cenário de batalha.

Logo, o Doutor percebe que está diante de uma ameaça, e a única maneira de resolver a situação é enfrentar uma raça alienígena poderosa que está manipulando o tempo.

05) Spearhead from Space — 7ª temporada, 1970

Spearhead from Space — 7ª temporada, 1970, Classic Who

Leia mais >> A representação feminina em Doctor Who: a causa das garotas impossíveis

Essa narrativa marca a transição da era clássica para a era moderna de Doctor Who. Vemos a série sair do preto e branco para começar a ter cores vibrantes, além da estreia do Terceiro Doutor, interpretado por Jon Pertwee.

A história inicia-se com o Doutor sendo forçado a se regenerar após um encontro traumático e aterrissando na Terra, onde descobre uma conspiração alienígena envolvendo os Autons, criaturas plásticas animadas que planejam invadir o planeta.

06) Inferno — 7ª temporada, 1970

Inferno — 7ª temporada, 1970, Classic Who

Leia mais >> 10 filmes para quem amou “Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo”

Enquanto o Doutor está envolvido em um projeto científico chamado Inferno, que visa explorar a energia geotérmica, uma perfuração experimental leva a eventos catastróficos, abrindo uma brecha interdimensional.

O Doutor, através dessa fenda temporal, se depara com realidades alternativas onde suas próprias amizades estão corrompidas e o caos reina.

Com o tempo se esgotando, o Doutor precisa desvendar os mistérios de Inferno, enfrentar ameaças monstruosas e impedir que a catástrofe se espalhe para a realidade principal.

07) Genesis of the Daleks — 12ª temporada, 1975

Genesis of the Daleks — 12ª temporada, 1975, Classic Who

Leia mais >> A evolução da representação feminina na ficção científica audiovisual

Enviados pelo Time Lord, o Doutor (agora interpretado por Tom Baker) e seus companions Sarah Jane Smith (Elisabeth Sladen) e Harry Sullivan (Ian Marter) viajam até Skaro, o planeta natal dos Daleks.

A missão é alterar o curso da evolução dos Daleks antes mesmo de sua criação, evitando assim que se tornem a ameaça intergaláctica conhecida. Enfrentando dilemas éticos e o terrível cientista Davros, criador dos Daleks, o Doutor se vê diante de uma escolha que pode mudar o curso da história.

08) City of Death — 17ª temporada, 1979

City of Death — 17ª temporada, 1979, Classic Who

Leia mais >> A 13ª doutora e a gentileza como sabedoria em “Doctor Who”

Nessa narrativa, o Doutor e sua companion Romana (Lalla Ward) decidem fazer uma visita a Paris. No entanto, ao chegarem, descobrem uma série de eventos estranhos relacionados a um misterioso viajante no tempo que planeja alterar a história da Terra.

Envolvendo uma conspiração com ladrões de arte e a ameaça de uma entidade alienígena, o Doutor se vê em uma corrida contra o tempo para salvar não apenas o presente, mas o próprio curso da história.

09) Earthshock — 19ª temporada, 1982

Earthshock — 19ª temporada, 1982, Classic Who

Leia mais >> Doctor Who: o que aprendemos com a nova Doutora?

Agora estrelado por Peter Davison, a história começa quando o Doutor e seus companions são chamados para se aventurar em uma nave espacial terrestre no século XXVI e investigar uma ameaça desconhecida.

Descobrem que a nave está transportando explosivos que podem destruir a Terra e tentam desarmar as bombas, mas se deparam com uma ameaça ainda mais perigosa: os Cybermen, determinados a destruir a humanidade.

10) The Caves of Androzani — 20ª temporada, 1984

The Caves of Androzani — 20ª temporada, 1984, Classic Who

Leia mais >> Duna: uma adaptação árida para um clássico da ficção científica

Quando o Doutor e sua companion Peri (Nicola Bryant) exploram as misteriosas cavernas de um planeta desértico, se veem envolvidos em uma intriga política, conflitos comerciais e uma substância rara e valiosa conhecida como Espécio.

À medida que os eventos se desenrolam, o Doutor e Peri enfrentam ameaças mortais, conspirações, e a inevitabilidade de um envenenamento. A luta pela sobrevivência leva a uma conclusão dramática, com consequências que reverberam na jornada do Doutor.

11) Vengeance on Varos — 22ª temporada, 1985

Vengeance on Varos — 22ª temporada, 1985, Classic Who

Leia mais >> Ninguém Nasce Herói: uma distopia política atemporal

No planeta Varos, uma sociedade distópica onde as transmissões de execuções públicas são a principal forma de entretenimento, o Doutor (agora interpretado por Colin Baker) e Peri chegam a Varos. Lá, se deparam com uma população oprimida, intrigas políticas e uma substância valiosa chamada Zeiton-7.

Confrontados com perigos crescentes, o Doutor e Peri devem desvendar os segredos de Varos e confrontar as forças que controlam cruelmente o destino do planeta.

12) Revelation of the Daleks — 22ª temporada, 1985

Revelation of the Daleks — 22ª temporada, 1985

Leia mais >> Class: a escola de companions do Doctor Who

Em Necros, um planeta funerário onde os mortos são transformados em estátuas comestíveis chamadas “Grains”, o Doutor e Peri chegam para prestar homenagem a um amigo, mas descobrem um esquema liderado por um empresário chamado Davros.

Davros, o criador dos Daleks, está manipulando eventos para seus próprios propósitos, envolvendo a criação de uma nova linhagem de Daleks. O Doutor se vê enfrentando não apenas os perigos de Necros, mas também a ameaça ressurgente dos Daleks, enquanto tenta impedir os planos de Davros.

13) Remembrance of the Daleks — 25ª temporada, 1988

Remembrance of the Daleks — 25ª temporada, 1988

Leia mais >> Metrópolis, de Thea von Harbou: o sci-fi mais influente de todos os tempos

Na trama situada em Londres, no ano de 1963, o Doutor (agora interpretado por Sylvester McCoy) retorna à Coal Hill School, onde tudo começou, e se envolve em uma trama complexa. Essa envolve duas facções de Daleks que estão disputando um artefato poderoso chamado “O Toque de Medusa”.

Enquanto confronta os Daleks e enfrenta seu próprio passado, o Doutor busca evitar que o artefato caia nas mãos erradas, pois isso acarretaria em consequências catastróficas para o universo.

14) The Curse of Fenric — 26ª temporada, 1989

The Curse of Fenric — 26ª temporada, 1989

Leia mais >> Octavia Butler: o que seria da ficção científica sem o seu legado?

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Doutor e Ace (Sophie Aldred) chegam à base militar de Maiden’s Point e descobrem uma antiga maldição dos tempos vikings e a presença de um ser ancestral, Fenric, cujas maquinações têm o potencial de desencadear consequências terríveis.

Enquanto enfrentam dilemas éticos, segredos do passado e a ameaça iminente de Fenric, o Doutor e Ace lutam para impedir que o mal ancestral se liberte e conquiste o mundo.

Doctor Who: amor e respeito aos clássicos!

Inicialmente, nas primeiras temporadas de Doctor Who, o Doutor pode ser visto como um velho cientista irritado que achava que os humanos eram estúpidos, pequenos e também irritantes. Porém, ao longo de suas aventuras, ele observa seus companions defendendo civilizações antigas, permanecendo gentis e empáticos diante da violência e da dor.

Ele testemunha seus amigos humanos convencerem outros a se levantarem e lutarem pelo que é certo, nunca desistindo e, acima de tudo, sempre dando o melhor de si para fazer a coisa certa.

Embora os seres humanos nem sempre acertem, na verdade, quase sempre erram, nunca param de tentar. Lentamente, muito lentamente, vemos o Doutor mudar de um ser que se mantém acima de nós para um herói gentil, brincalhão e peculiar, como o conhecemos na New Who.

O Doutor sempre modelou sua moral nos humanos com quem viaja. São com seus companions que ele recorre quando começa a voar muito acima de tudo.

Pode parecer óbvio, mas alguns fãs não reconhecem que devemos a existência de Doctor Who aos primeiros Doutores, aos primeiros companions e às primeiras histórias. Eles são os pioneiros de tantos e, por isso, merecem mais amor e reconhecimento.

Infelizmente, até o momento, a série clássica não está disponível em nenhuma plataforma de streaming no Brasil. Apenas os novos episódios da New Who, lançados em 2023, estão disponíveis na Disney+. No entanto, como o Doutor nos ensina, sempre há um jeito para aqueles realmente dispostos.

Escrito por:

16 textos

Escritora, estudante de jornalismo e leitora voraz de fanfics. Assiste filmes, séries e shippa casais gays mais do que deveria. Parece fria e séria, mas já chorou escrevendo sobre Sherlock Holmes e John Watson na internet.
Veja todos os textos
Follow Me :